Blog Tudo e Todas

As 5 maiores dificuldades da vida no exterior

Comportamento por: Ananda Etges em: 16/04/2018 | 19:00

Morar em outro país é uma experiência intensa. Assim como o lado positivo ilustra inúmeras fotos e memórias em lugares absolutamente incríveis, existem dificuldades que a maioria das pessoas nem se dá conta. Pensando nisso, hoje compartilho 5 das dificuldades que considero mais complicadas quando o assunto é a vida como um estrangeiro, longe do lugar que chamamos de 'casa'.

1 - Enfrentar os feriados e datas comemorativas

Foto: Arquivo pessoal / Tudo & TodasCasamento da amiga com participação virtual
Casamento da amiga com participação virtual

***

Foto:Arquivo pessoal / Tudo & TodasPrimeira Páscoa longe da família, em 2017
Primeira Páscoa longe da família, em 2017

Para mim o top 1 das dificuldades é lidar com aqueles momentos em que sei que lá do outro lado do oceano a família está reunida e celebrando alguma data especial. Isso resume todo o sentimento de saudade que sinto na rotina e que culmina em aniversários, Páscoa, Natal, etc. Nenhum Skype ou WhatsApp consegue substituir os sorrisos e abraços de quem amamos. As conversas sem demora, a comida, bebida e todo ritual envolvido em momentos assim.

2 - Lidar com a solidão

Morar em outro país pode ser solitário. Não passei por isso na minha primeira experiência na Inglaterra, quando morei na terra da rainha por sete meses para um intercâmbio. Na época, eu tinha os colegas da escola de inglês, os amigos da casa em que morava e não lembro de me sentir sozinha. No entanto, agora mudamos com outra configuração. Somos uma família! Além disso, estamos em uma cidade menor e aqui em Liverpool tem sido mais difícil conhecer pessoas e estabelecer relações em um comparativo com Londres, onde estávamos antes. Isso faz muita falta da rotina, ter com quem conversar, sair e contar no dia a dia.

3 - Buscar um espaço para crescer profissionalmente

A mudança de país é tão intensa que abala quem somos e o que queremos para o nosso futuro. Isso tem impacto nas decisões profissionais e de repente não nos enxergamos mais na profissão que antes nos preenchia. Eu, por exemplo, tenho passado por um processo de reconstrução profissional que não imaginava que poderia acontecer. É incrível pensar em recomeçar nesse sentido, mas ao mesmo tempo é um processo difícil e de muita ansiedade.

4 - Sentir-se sempre um estrangeiro

É como se alguma coisa sempre me entregasse. O sotaque, o falar português com as crianças, o jeito expansivo de conversar e gesticular. Parece que algo sempre está me 'denunciando' como estrangeira, como alguém que não faz parte.

Foto: Arquivo pessoal / Tudo & TodasLiverpool, a cidade onde moramos no momento
Liverpool, a cidade onde moramos no momento

5 - Entender como as coisas funcionam

Isso vale para impostos, financiamento, contas da casa, votação, renovação de documentos, aposentadoria, etc. Sempre tem algo novo para gente descobrir e se informar. É diferente quando sabemos, nem que mais ou menos, como as coisas funcionam. Seja porque foi assim com nossos pais, amigos ou pessoas próximas. Quando moramos no exterior todas as burocracias demandam muita pesquisa e leitura. É tudo novo e não tem como fugir. Então, considero uma das dificuldades de morar em outro país de forma definitiva.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais