6 descobertas que provam que o melhor de Nova York está nas coisas simples

Viagem por: Ana Flávia Hantt em: 23/12/2016 | 19:00

Nova York é mundialmente conhecida como uma cidade repleta de glamour, lojas poderosas, muito luxo e estilo. E de fato, ela é tudo isso. Mas se você se propuser a explorar um ponto de vista diferente, vai descobrir que a Big Apple pode ser extremamente simples e acolhedora. Basta ter disposição para 'bater muita perna', e se permitir descobrir características surpreendentes desta cidade.

Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasSe você prestar atenção, mesmo a movimentada e iluminada Times Square pode ter aquele gostinho de
Se você prestar atenção, mesmo a movimentada e iluminada Times Square pode ter aquele gostinho de 'sweet home'

Nas últimas semanas, tive a oportunidade de visitar Nova York durante alguns dias, e como era de se esperar, morri de amores pela cidade. Mas embora as lindas luzes de Natal, as vitrines glamourosas e os arrebatadores shows da Broadway sejam um encanto, o que acho que vale a pena, mesmo, falar, é o quanto essa megalópole tem a oferecer em sutileza e simplicidade.

Repleta de parques (com destaque para o lindo Central Park!), pontes, calçadas bonitas e movimentadas, universidades, livrarias e cafés charmosos, Nova York é uma atração por si só. Caminhar nas ruas, com um café da Starbucks na mão, olhando as vitrines, observando as pessoas que passam, e os músicos de rua, já vale todo o passeio.

Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasAs ruas de Nova York podem lhe reservar grandes surpresas
As ruas de Nova York podem lhe reservar grandes surpresas

E se você quer ver atrações 'de verdade', não se preocupe: há muito o que fazer e, acredite, a grande maioria da programação pode ser realizada de graça. Museus, concertos, passeios de balsa e bondinho (ok, estes são meios de transporte público, mas são tão legais, que você vai ir como turista mesmo), programas de televisão, entre outros, podem ser aproveitados sem desembolsar um cent a mais.

Embora você terá a agenda sempre lotada (porque Nova York nunca para, e tem muito a oferecer), vai guardar com carinho a lembrança de um piquenique no Central Park, da caminhada para cruzar a Brooklyn Bridge, ou do dia que você parou para ver um cachorro super alegre brincando com uma bolinha em um parque, ou a gritaria das crianças fazendo 'guerra de bola de neve'.

>> O trechinho do vídeo mostra uma bailarina se apresentando no Central Park:

Abaixo, separei uma listinha de coisas que são super bacanas de fazer. Apesar do título deste post, elas não são exatamente uma 'descoberta', afinal, muitas estão nos guias de viagem para a cidade. No entanto, são 'descobertas' em um sentido mais emocional da palavra, capazes de fazer o olho brilhar, e o coração se enxer de alegria. Afinal, é incrível visitar um lugar conhecido pelo glamour, e descobrir uma cidade que tem alma própria, que pulsa por si só, e que a despeito do título de magalópole, possui uma atmosfera sutil e intimista.

Espero, sinceramente, que você também sinta esse lado mágico de Nova York.

1. Vá ao Central Park

Vá ao Central Park quantas vezes você puder, de preferência, em dias com climas diferentes. Com cerca de 340 hectares (bem no meio da cidade!), o parque tem muitas atrações, como zoológico, pista de patinação no gelo, pistas e campos atléticos e passeios de carruagem. O mais legal, no entanto, é caminhar por todas as trilhas, descobrir cada cantinho esquecido, virar uma 'esquina' e 'opa! que lago lindo!'. E não se esqueça do piquenique, vai ser uma diversão simplesmente sentar no chão e comer coisas gostosas, enquanto vê a vida no Central Park acontecer.

Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasNo outono, a mágica acontece nos raios do sol que intensificam o dourado das folhas caídas no chão
No outono, a mágica acontece nos raios do sol que intensificam o dourado das folhas caídas no chão
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasAproveite para lembrar de todos os filmes que você já viu na vida
Aproveite para lembrar de todos os filmes que você já viu na vida
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasNo Central Park, você vira uma
No Central Park, você vira uma 'esquina' e 'ops! que lago lindo!'
Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasE você descobre lindas molduras para as fotos
E você descobre lindas molduras para as fotos
Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasE quando vem a neve, fica tudo diferente
E quando vem a neve, fica tudo diferente

2. Aliás, descubra todos os parques

E praças, e mercados, e feirinhas... não há cantinho de Nova York em que não haja um ambiente arborizado, com bancos, lindos caminhos, gramados, músicos de rua, arquitetura de encher os olhos... visite também os charmosos mercados públicos, e saia comendo um lanche gostoso por aí. A dica é: calce um tênis e não tenha medo de se perder; no caminho, garanto que vai encontrar cenários de tirar o fôlego.

Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasDescobrimos o Rudson River Park, totalmente por acaso, enquanto caminhávamos pelo Chelsea District
Descobrimos o Rudson River Park, totalmente por acaso, enquanto caminhávamos pelo Chelsea District
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasE esse cantinho do Washington Park?
E esse cantinho do Washington Park?
Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasAs cores, sempre as cores
As cores, sempre as cores. Passeio na High Line, antigo trilho de trem suspenso revitalizado no Chelsea District 
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasAs cores, sempre as cores
Não se esqueça de sentar, e curtir um solzinho
Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasUma ilha, Manhattan oferece uma ponte em cada vista que você olhar
Uma ilha, Manhattan oferece uma ponte diferente em cada vista que você olhar
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasSe você gosta de arquitetura, vai se impressionar com muitos ângulos
Se você gosta de arquitetura, vai se impressionar com muitos ângulos
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasInclusive nos pontos mais famosos, como o memorial ao atentado de 11 de setembro
Inclusive nos pontos mais famosos, como o memorial ao atentado de 11 de setembro
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasQuer se sentir em um filme em outra época? Que tal esta rua que cerca a Universidade de Colúmbia?
Quer se sentir em um filme em outra época? Que tal esta rua que cerca a Universidade de Colúmbia?

3. Aproveite o transporte público, e se encante com a vista

Quem já visitou o Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, vai ficar chocado com o fato do Roosevelt Island Tram ser completamente gratuito. Tudo bem que o bondinho/teleférico não é um ponto turístico; na verdade, é um meio de transporte público, que liga Manhattan com a Roosevelt Island (para usar, você vai precisar do cartão que utiliza para andar de metrô). A vista é tão bonita, no entanto, que faz completo sentido agendar um passeio, e ainda curtir o lindo parque que te espera quando você chegar no destino.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasBondinho leva as pessoas de Manhattan para Roosevelt Island. A vista é o bônus
Bondinho leva as pessoas de Manhattan para Roosevelt Island. A vista é o bônus
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasRoosevelt Island reserva uma linda vista para a caminhada
Quando chegar na Roosevelt Island, aproveite o passeio

Um meio de transporte público que, de tão lindo, foi adotado pelos turistas. O ferry (balsa) liga Manhattan a Staten Island (e nesse caso, é realmente gratuito, nem é preciso utilizar o cartão do metrô), e na travessia de cerca de 20 minutos (em cada trecho), você vai ter uma linda vista da Estátua da Liberdade. Na volta, ainda vai se encantar com o visual de Manhattan, visto ainda de dentro da embarcação.

Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasO ferry que faz a travessia entre Manhattan e a Staten Island
O ferry que faz a travessia entre Manhattan e a Staten Island
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasO por do sol na Staten Island
O por do sol na Staten Island, com a Estátua da Liberdade, pequenininha, ao fundo
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasNa volta, a vista para Manhattan será encantadora
Na volta, a vista para Manhattan será encantadora

4. Atravesse a Brooklyn Bridge

Um dos bairros mais famosos da cidade de Nova York, o Brooklyn (ou ao menos a parte mais turística dele, na região de Dumbo e o Brooklyn Bridge Park), é um passeio imperdível. Com ruas simpáticas, lindas casas, um píer maravilhoso, e de novo, uma vista incrível de Manhattan, esse passeio já começa muito antes, com a travessia - a pé ou de bike - da Brooklyn Bridge. Com cerca de dois quilômetros de extensão, a ponte é um dos ícones da cidade, e permite que os pedestres caminhem em uma plataforma acima dos carros.

Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasFalando em ponte, atravessar a Brooklyn Bridge, que liga Manhattan ao bairro do Brooklyn, a pé ou de bike, é uma das atrações imperdíveis
Atravessar a Brooklyn Bridge, que liga Manhattan ao bairro do Brooklyn, a pé ou de bike, e depois curtir a vista, é uma das atrações imperdíveis
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasUm
Um 'recorte' visto do Dumbo
Foto: Josiele Baron / Tudo & Todas
'Se perca' nas ruas do Brooklyn, e aprenda sobre o estilo de vida dos moradores

O passeio é muito recomendado para os turistas, mas para mim e minha amiga, foi ainda mais especial: foi a primeira vez que vimos neve caindo de verdade, e esse momento nos reservou uma alegria impossível de descrever em palavras.

Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasCom temperatura de -1ºC, e quase noite às 16h, tivemos a alegria de ver neve caindo pela primeira vez
Com temperatura de -1ºC, e quase noite às 16h, tivemos a alegria de ver neve caindo pela primeira vez

5. Ouça a música de Nova York

A Big Apple é uma cidade essencialmente musical. Se você prestar atenção, vai perceber que está sempre ouvindo alguma melodia. Ela está nas lojas e em outros espaços, mas principalmente, nas ruas. É difícil caminhar sem ver um músico (ou conjunto deles) tocando e cantando nas estações do metrô, dentro dos vagões, nas calçadas e parques. Pare para ouvi-los, admire-se com a qualidade técnica, e ao fim, deixe a sua gorjeta em forma de apoio ao artista.

>> Assista um trecho de Hallellujah, tocada por músicos na estação Grand Central:

Mas se os músicos de rua têm espaço, grandes talentos lapidados pela Juilliard School, uma das principais escolas de música do mundo, também têm. A instituição brinda new yorkers e turistas com concertos gratuitos em todas as quartas-feiras, às 13h. Formada por músicos e maestros que estão completando sua formação, a orquestra apresenta um 'show' de extrema beleza, com uma sintonia e uma sutileza que são de emocionar. E você ainda assiste a tudo isso sentado confortavelmente em um lindo teatro.

Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasUma hora de extrema beleza
Uma hora de extrema beleza

Nova York também é famosa pelos shows da Broadway, as mega produções que reúnem dezenas de talentosos artistas, que dançam, cantam e interpretam, enquanto contam uma história. Para assistir um musical não é barato, é bem verdade, mas neste caso, garanto que vale cada cent investido. E na linha 'simplicidades que te encantam', após os espetáculos, você pode conhecer pessoalmente os artistas. Basta descobrir onde é a entrada para o backstage, e aguardar seu ator da Broadway favorito.

Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasMinha amiga Josiele Baron foi mais do que bem recepcionada pela atriz principal de O Fantasma da Ópera, Alie Woldt
Minha amiga Josiele Baron foi mais do que bem 'atendida' pela atriz principal de O Fantasma da Ópera, Alie Woldt

6. Vá a um programa de televisão

Ok, essa descoberta não é assim tão poética. Mas te garanto que é muito divertida! Participar de um programa de televisão americano, na plateia, é totalmente possível e, acredite, bastante fácil. Basta escolher o programa que você deseja ir e, algum tempo antes de viajar, se cadastrar no site, fornecendo os seus contatos e dizendo porque você gostaria de participar. Em alguns dias, você deve receber um voucher por e-mail, confirmando a sua participação.

Tivemos a oportunidade de ir ao programa The View, que entre as apresentadoras tem a icônica Whoopy Goldberg (a freira de 'Mudança de Hábito', sabe?). Foi uma experiência super bacana, na qual foi possível acompanhar os bastidores de um programa ao vivo. E se você tiver sorte, e dependendo o programa que participar, ainda terá a chance de conhecer uma super celebridade que poderá estar participando do programa naquele dia.

Foto: Ana Flávia Hantt / Tudo & TodasBastidores do The View (eles têm um animador de plateia!)
Bastidores do The View (eles têm um animador de plateia!)
Foto: Josiele Baron / Tudo & TodasParticipamos também da gravação de um comercial de Boas Festas
Participamos também da gravação de um comercial de Boas Festas

***

Enfim, posso afirmar que Nova York foi uma grata surpresa. É claro que, quando temos um destino de viagem em vista, nos preparamos para o que vamos encontrar lá. Mas na verdade, nada se compara a experiência real, que é única para cada um. Para mim, o mais marcante foi isso: a linda Nova York que se deixa descobrir em uma simples caminhada.

***

>> Em tempo 1: Um super ~thank you~ para minha amiga Josiele Baron, que além da parceria para desbravar cada cantinho de NYC, gentilmente me 'emprestou' muitas das fotos para esse post. 

>> Em tempo 2: Este post traz um resumão de algumas experiências que tivemos em Nova York, mas teremos a maior satisfação em partilhar todo o nosso roteiro. Está planejando uma viagem para esse destino? Deixe um comentário abaixo, que contamos cada detalhe!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais