Blog Tudo e Todas

Autoestima x Beleza: a busca pelo corpo perfeito

Comportamento por: Taiane Kussler em: 08/03/2018 | 16:15

Pode ser perfeccionismo ou ilusão óptica, mas algumas mulheres não estão satisfeitas com a imagem que observam quando se deparam em frente ao espelho. Uma imperfeição ali, outra aqui são visíveis aos olhos de quem busca atingir um 'corpo ideal'. Por isso, com o passar dos anos, a indústria de cosméticos e tratamentos de beleza, impulsionados por procedimentos estéticos de alta tecnologia, têm ganhado visibilidade ao atingir mulheres preocupadas com a beleza estética, aliadas à realização pessoal e autoestima.

Segundo o cirurgião plástico João Samuel Sarmento, a busca pelo tratamento estético, em sua maioria, está relacionado à autoestima.

'Isso é muito pessoal, cada um tem uma história e um estilo de vida. Há tratamentos para quem está bem e quer melhorar, enquanto há tratamentos que devolvem uma autoestima já bem prejudicada e que funcionam como um gatilho para outras mudanças no estilo de vida', considera o cirurgião.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasA procura por tratamentos estéticos pode trazer resultados positivos para as mulheres, entre eles, realização pessoal e autoestima
A procura por tratamentos estéticos pode trazer resultados positivos para as mulheres, entre eles, realização pessoal e autoestima

***

Apesar da mídia exercer forte influência negativa em outros valores, o apelo por um estilo de vida saudável e a satisfação com a imagem corporal é um aspecto positivo e relevante, que leva a reflexão e persuasão ao fazer referência à saúde, aliada à estética.

Os tratamentos estéticos de alta tecnologia não estão voltados apenas para a imagem corporal, mas também podem contribuir para uma melhor autoestima e realização pessoal, provados a partir de estudos científicos. De acordo com o cirurgião plástico, além da autoestima, os tratamentos estéticos geram reflexos de melhora das doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão e em pessoas com idade avançada em melhor função social, física e psicológica nos relacionamentos.

Perfeição X obsessão

A conquista do 'corpo escultural' pode trazer muitas realizações pessoais e contribuir para uma melhor qualidade de vida, mas também pode gerar frustrações, principalmente quando as expectativas não são alcançadas. Neste caso, é preciso conhecer os limites do corpo e entender que as variações fazem parte da normalidade.

Segundo João Samuel, quando a perfeição não é atingida, o resultado pode gerar um sentimento de obsessão na busca pelo corpo ideal, e isso causa tristeza e angústia.

'O objetivo da perfeição, não só com o corpo, mas com o caráter na profissão e na nossa vida pessoal é ótimo. Nós devemos sempre melhorar, embora a questão é não ficarmos ansiosos com pequenas variações da normalidade, pois isso é uma coisa natural do ser humano', afirma.

O médico acrescenta que, qualquer procedimento, assim como tudo na vida, deve ser planejado e realizado com maior consciência possível.

O avanço da Medicina contribui com o aumento da diversidade de procedimentos estéticos. Para atingir as expectativas e um resultado eficaz, o paciente deve buscar por profissionais capacitados que indicarão o tratamento ideal para cada organismo. 'Cada caso deve ser analisado através de um diagnóstico, muitas vezes podemos usar o avanço da Medicina como complemento ao bem estar, sempre à luz da ética e bom senso', conclui o profissional.

 

Corpo escultural não é sinônimo de corpo saudável

Além da preocupação com o corpo escultural, as pessoas que buscam um tratamento estético devem levar em consideração que a imagem corporal deve ser aliada à saúde de qualidade. Parte das pessoas são influenciadas pelos veículos de comunicação que utilizam blogueiras e atrizes como fonte de inspiração para manter um corpo perfeito, e se deixam persuadir por procedimentos ineficazes que trazem resultados imediatos.

De acordo com a especialista em endocrinologia, Renata Avanza Wunderlich, para manter o equilíbrio entre a saúde e estética é importante ter foco na saúde aliada à atividade física, orientações que devem ser direcionadas por um profissional qualificado na área. 'A busca pelo corpo malhado e sarado aparentemente pode parecer 'perfeito' mas nem sempre é sinônimo de saúde', afirma.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasA estética deve estar aliada à saúde
A estética deve estar aliada à saúde

A endocrinologista acredita que as pessoas devem buscar mais informações e aderir aos procedimentos estéticos com instrução de um profissional capacitado, que seja autorizado a prescrever o tratamento ideal. Segundo Renata, as pessoas que têm o objetivo de perder peso não devem deixar-se influenciar por métodos que não estejam dentro dos padrões, assim como o uso de anabolizantes. 'A utilização dos produtos, sem prescrição médica, pode trazer consequências futuras para a saúde', salienta.

Insatisfeita com aparência física, a analista de sistemas, Patrícia Roehrs, decidiu mudar os hábitos ao aderir a um novo estilo de vida.

' Comecei a fazer o tratamento estético em janeiro e já consigo obter bons resultados, me sinto mais leve ao mudar meus hábitos, principalmente depois de priorizar uma alimentação mais saudável', comenta.

A iniciativa de mudar de vida foi desencadeada por diversos fatores entre eles, a busca pela saúde, autoestima e bons exemplos. 'A minha iniciativa serviu como fonte de inspiração para a minha família, mudamos os hábitos em casa ao equilibrar a alimentação, garantindo assim o bem estar e uma melhor qualidade de vida', finaliza.

 

Estética e realização pessoal

Segundo a nutricionista Bruna Johann, o corpo perfeito vai depender da percepção de cada um. O fator mais importante está relacionado ao sentir-se bem consigo mesmo ao encontrar a felicidade e a realização pessoal. Para atingir este objetivo é preciso conciliar estética, saúde, qualidade de vida e bem-estar. 'A saúde se reflete no bem estar social e mental, uma vez que, investir na alimentação saudável é um dos fatores para atingir uma melhor qualidade de vida', afirma.

 

Algumas pessoas relacionam a alimentação ao corpo perfeito, mas esta teoria vai depender do organismo e metabolismo de cada paciente. 'Em alguns casos, é possível emagrecer comendo, desde que haja equilíbrio nutricional ao priorizar a qualidade dos alimentos que são ingeridos', considera.

 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasBeber água, ter uma alimentação saudável e praticar exercícios são algumas dicas da nutricionista Bruna Johann
Beber água, ter uma alimentação saudável e praticar exercícios são algumas dicas da nutricionista Bruna Johann

A nutricionista acrescenta que a maior dificuldade ao iniciar um tratamento estético é ter determinação e foco para manter uma alimentação balanceada. Segundo ela, um dos desafios da grande maioria dos pacientes é sair da zona de conforto ao aderir a reeducação alimentar.

'Cada um possui o seu ritmo e a adaptação à rotina vai variar de acordo com cada caso específico', afirma. Para atingir o objetivo é necessário deixar a ansiedade de lado, ser perseverante e continuar no foco, que tudo vai acontecer no seu tempo.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais