Blog Tudo e Todas

Baixa imunidade é a principal causa da candidíase

Saúde por: Rosana Wessling em: 22/05/2019 | 10:00

Um problema comum que afeta mulheres é a alteração da flora feminina provocada por fungos, conhecida como candidíase. Segundo a médica ginecologista Nadiane Alburquerque Lemos, 49 anos, os fungos são comuns em algumas partes do corpo, em especial unhas e partes íntimas da mulher. 'Mas a candidíase pode atingir homens, mulheres e até crianças. Especialmente quem faz o uso de fraldas.'

De acordo com Nadiane, que também é chefe da seção Saúde da Mulher, da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, uma das principais causas da doença é a baixa imunidade. 'O acometimento por fungos, que 'crescem' na umidade, a diabetes não controlada e uso de antibióticos, além de situações de baixa imunidade, favorecem o aparecimento da candidíase.'

O estresse também pode ser um dos fatores para o aparecimento da candidíase, afinal, as situações de esgotamento diminuem a resistência da pessoa. Além disso, a profissional explica que existem hábitos que pioram o quadro da doença. 'É bom evitar roupas apertadas e calças jeans por longos períodos, além do uso de absorventes perfumados e papel higiênico perfumados', orienta.

A dica da ginecologista é usar roupas íntimas sem cor e de algodão. Além disso, o uso de sabão neutro ou glicerina no banho e para a lavagem de roupas íntimas são indicados para evitar a candidíase.

Foto: Arquivo Pessoal / DivulgaçãoGinecologista aconselha evitar roupas apertadas
Ginecologista aconselha evitar o uso de roupas apertadas

Nadiane, que é professora do curso de Medicina na Univates, salienta que um dos sintomas da candidíase na mulher é a coceira nas partes íntimas, além de vermelhidão. 'Também aparece o chamado corrimento branco, tipo 'leite coalhado'', esclarece. A profissional aconselha que, após descobrir o problema, seja procurado um serviço de saúde para receber o tratamento. 'A candidíase tem cura, mas pode ocorrer novamente.' 

Qual a melhor forma de prevenir a candidíase?

De acordo com a médica ginecologista, é ideal evitar roupas apertadas por longos períodos, evitando umidade na vagina. No caso de unhas, deixar de tamanho curto, fazer higiene e, se frequentar manicure ou pedicure, observar a higiene do material utilizado e o não compartilhamento.

No uso de fraldas, para crianças, idosos ou dependentes de uso, Nadine recomenda fazer trocas frequentes para deixar ventilar a região afetada.

Foto: Pixabay / DivulgaçãoA candidíase é causada por fungos e pode atingir homens e mulheres
A candidíase é causada por fungos e pode atingir homens e mulheres

 

 

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais