Blog Tudo e Todas

Batata-doce aliada a atividade física, a combinação perfeita

Saúde por: Taiane Kussler em: 16/10/2017 | 15:00

Inserir a batata-doce na alimentação diária pode trazer inúmeros benefícios à saúde, principalmente quando for aliada à atividade física. Este carboidrato já faz parte da rotina de muitos frequentadores de academias e pessoas que praticam exercícios regulares, isso porque possui baixo teor de proteínas e gorduras. Mas não é apenas o público fitness adepto a este tubérculo, a batata-doce também pode fazer parte da alimentação de diabéticos, já que é uma ótima fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico, ou seja, não gera picos de glicose no sangue, uma vez que a absorção do seu carboidrato é feita de forma lenta e gradual.

Conheça os benefícios do carboidrato

- É fonte de carboidrato complexo.

- Possui baixo índice glicêmico, já que sua absorção é mais lenta, evitando picos de insulina.

- Possui elevado teor das vitaminas A, vitamina C, vitamina E e vitaminas do complexo B, essenciais para pele e para a formação do colágeno.

- Algumas variedades, como a batata-roxa, possuem elevadas quantidades de antocianinas, que possuem ação antioxidante.

***

Quer saber porque a combinação da batata-doce à prática de exercícios físicos é tão importante para a saúde? Para tirar as suas dúvidas em relação a este assunto, a equipe de nutrição do Kurotel ~ Centro Médico e Spa de Longevidade de Gramado (RS) ~ respondeu algumas das principais questões relacionadas a estes hábitos na alimentação.


Benefícios para o atleta

A maioria das pessoas que praticam atividade física inserem a batata-doce na alimentação. Isso se deve ao baixo índice glicêmico que é lentamente absorvido pelo organismo, proporcionando energia constante durante o exercício. Além disso, o carboidrato da batata doce, aumenta os níveis de glicogênio muscular e hepático, melhorando a performance e o desempenho físico. Já que este tubérculo possui um alto teor de vitaminas,  estes nutrientes atuam tanto na contração como na regeneração dos músculos. 

Vale ressaltar também que, como a batata doce é rica em carboidratos de digestão lenta, ela libera energia mais lenta e prolongada, o que garante um combustível a mais para um treino mais intenso, constante para os músculos, são degradados em glicose e contribuem para o envio de mais nutrientes para as fibras musculares", destaca Larissa Larissa Santana, nutricionista do Kurotel ~ Centro Médico e Spa de Longevidade de Gramado.


Importância do consumo

Já que a absorção do índice glicêmico é mais lenta, este processo libera a glicose na corrente sanguínea aos poucos e sem estimular muito o hormônio insulina ~ responsável pelo aumento da fome e pelo acúmulo de gorduras ~ e o hormônio da saciedade colecistoquinina (CCK), promovendo assim uma maior saciedade, inibição do apetite, e diminuição dos picos pós-brandiais (após a refeição) de glicose.


Saciedade e prevenção de diabetes do tipo 2

O baixo índice glicêmico faz com que a glicose seja liberada e absorvida mais lentamente na corrente sanguínea, isto faz com que o hormônio insulina  ~ responsável pela fome e pelo aumento da gordura corporal ~ e o hormônio colecistoquinina (CCK), sejam liberados gradualmente, proporcionando uma maior saciedade, redução do apetite e diminuição dos níveis sanguíneos glicose após as refeições. A batata-doce também auxilia na prevenção de doenças como o diabete do tipo 2 e cardiovasculares.

Os estudos indicam que a batata-doce é fonte de ácido clorogênico, um polifenol que tem efeitos na diminuição da resistência à insulina e dos níveis sanguíneos de LDL, e aumento dos níveis de HDL", revela a especialista do Kurotel.

Consumo com casca 

A casca da batata-doce é rica em fibras. As fibras não são digeridas no intestino delgado, mas são fermentadas no cólon em ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) como o acetato, o proprionato e o butirato. E têm como função se ligar a ácidos biliares e prevenir a sua reabsorção hepática, inibindo, assim, a síntese de colesterol. Mas não é apenas a casca que contém nutrientes importantes para a saúde. De acordo com Centro Médico e Spa de Longevidade de Gramado, as folhas verdes da batata-doce também merecem destaque por serem ricas em vitaminas do complexo B, betacaroteno, ferro, cálcio, zinco e excelente fonte antioxidantes, principalmente de compostos fenólicos, como as antocianinas e o ácido cafeico. Os antioxidantes apresentam atividade antimutagênica, antidiabética, antibacteriana, anti-inflamatória e anticancerígena.


Frequência  no consumo

Como é considerado um alimento saudável e de baixo teor calórico, a batata-doce pode ser consumida em todas as refeições. O ideal é que seja substituída pelos demais carboidratos como os pães, o arroz e o macarrão, porque promove o mesmo tipo de liberação de energia ao organismo.

Contraindicação para o consumo

Não há nenhuma contra indicação para o consumo da batata-doce, porque é um alimento com inúmeros benefícios a saúde. Vale lembrar que não devemos exagerar nas quantidades e cuidar a forma do seu modo de preparo. Há várias opções para variação de pratos, a batata-doce pode ser consumida cozida, assada, na forma de chips e ou saladas.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais