Brasileiras criam abaixo-assinado pedindo a criação de uma lei para punir assédio em espaços públicos

RespeitAme por: Tudo & Todas em: 04/01/2017 | 13:30

Uma pesquisa recente assustou e mostrou a triste realidade pela qual as mulheres precisam passar todos os dias: 86% delas no Brasil já sofreram assédio em público nas cidades pelo país. Por isso, um abaixo-assinado, criado pelo movimento Vamos Juntas? com a ajuda de advogadas do país, quer reunir o maior número de assinaturas possíveis e levar a petição até o Congresso Nacional.

Para coibir a violência e incentivar a sororidade, gaúcha cria o movimento 'Vamos Juntas?'

A ideia é que o documento sirva para pressionar os governantes na criação de uma lei para punir o assédio sexual - verbal ou físico - em espaços públicos, já que este ato ainda não é considerado crime pela atual legislação brasielira. Recentemente, a Argentina aprovou uma lei que criminaliza o assédio sexual, prevendo multa e a prestação de serviços comunitários aos assediadores. Em outros países, este tipo de crime tem pena ainda mais severa, chegando a prisão de até 7 anos.

> Buenos Aires aprova lei contra assédio e maus tratos de mulheres na rua

Até às 13h30 desta quarta-feira, dia 4, o documento tinha mais de 7 mil apoiadores.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais