Conheça Erika Moura, a Globeleza que mudou conceitos ao vestir figurinos que representam várias regiões do país

Comportamento por: Taiane Kussler em: 09/01/2018 | 15:30

Considerado o país do carnaval, o Brasil tem se remodelado e lança novos paradigmas. Para provar que está acima de seu tempo, sem perder a sua essência cultural, o país tem reformulado conceitos com o intuito de valorizar a diversidade e a riqueza da origem do país. Um exemplo claro se reflete na mídia, realizado pela Rede Globo, ao trazer novamente a Globeleza Erika Moura vestida com trajes típicos carnavalescos característicos de todo o país. 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasO traje típico com referências não somente ao samba, mas ao frevo, ao Bumba Meu Boi, ao axé e ao maracatu.
O traje típico traz referências não somente ao samba, mas ao frevo, ao Bumba Meu Boi, ao axé e ao maracatu.

***

A emissora resgatou a proposta do ano anterior ao trazer como protagonista Erika Moura, a dançarina e modelo responsável para transmitir a alegria e a efervescência do carnaval, sem apelar para a nudez e a sensualidade. O conceito foi reformulado, já que, estava representado durante anos da telinha, ao mostrar as Globelezas com uma pintura artística sobre o corpo. 

Em entrevista ao Donna, o diretor de arte da Comunicação da Globo, Alexandre Romano, comenta que esta é uma evolução gráfica e amplia a representatividade das festas e dos ritmos que compõem o carnaval brasileiro. Nas redes sociais, a escolha do antigo tema trouxe várias discussões, o tema repercutiu de forma negativa e positiva em relação a proposta, que 'repetiu a dose' ao escolher o mesmo tema carnavalesco ~ trazendo algumas alterações nos elementos da vinheta 2018 ~. 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasEm entrevista ao Extra, a Globeleza Como dançarina, sou aberta a todas as modificações que vêm para o lado artístico, mas nunca enxerguei um lado sexual na nudez.
Em entrevista ao Extra, a dançarina, disse que tem um pensamento aberto a todas as modificações que vêm para o lado artístico, e mesmo assim, ela disse nunca ter enxegadado um lado sexual na nudez.

***

Vestida ou não, Erika Moura está arrasando no ritmo e gingado ao mostrar que a essência brasileira está no 'samba no pé'. Veja algumas fotos da dançarina, coreógrafa e modelo, que está arrebentando antes mesmo de começar a temporada do 'Carnaval 2018'.

>> A alegria sempre vem estampada em forma de um sorriso!

>> Com 25 anos, a Globeleza representa os brasileiros ao vestir trajes típicos pela segunda vez consecutiva

>> Após a folia, a dançarina tem como meta formar-se em Educação Física, dar aulas de dança ~ a sua paixão e especialidade ~. Ela também não descarta, a possibilidade de atuar como atriz.

>> Natural de São Paulo e passista da escola de samba Mocidade Alegre, a dançarina foi a primeira paulistana a ocupar o título de Globeleza e assume a posição de protagonista desde 2016.

>> A mulata, nascida e criada na comunidade de Jardim Colombo, Zona Sul de São Paulo, já trabalhou como recepcionista e deu aulas de danças. 

>> Para manter o corpo em dia, ela realiza treinos regulares na academia.

>> Além de talentosa na dança, Erika Moura realiza trabalhos como modelo.

 ***

Assista já a vinheta do 'Carnaval 2018', lançada neste domingo, no programa 'Fantástico'.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais