Blog Tudo e Todas

Da periferia do Brasil para o mundo: 8 curiosidades sobre a nova série Sintonia, que estreia em 2019 no Netflix

Entretenimento por: Taiane Kussler em: 12/03/2018 | 18:00

Por trás de uma batida contagiante do funk e de uma mensagem poderosa, está a realidade das favelas brasileiras. Kondzilla, o responsável por um dos maiores canais do Youtube do Brasil, a partir de agora, passa a desenvolver um diferente projeto ao participar da criação e produção da série 'Sintonia'. O mais recente trabalho estará disponível nas plataformas do Netflix só em 2019, mas os telespectadores já esperam ansiosos pela lançamento da série que aborda questões sociais, juventude, enfim, a realidade das favelas brasileiras.

Quer 'sentir o gostinho' do que está surgindo por aí? Então, confira 8 curiosidades sobre a produção da série, que promete 'invadir' as telinhas ao mostrar a vida e a falta de oportunidades de uma comunidade que enfrenta vários desafios para encontrar alternativas e expectativas de um futuro melhor.

 

1-  O projeto será dirigido por Kondzilla e criado por ele em parceria com Guilherme Quintella e Felipe Braga.

2- A série explora temas como música, tráfico de drogas e religião no estado de São Paulo.

3- A proposta é mostrar a rotina dos personagens que, viveram juntos na mesma favela e encontram caminhos diferentes tomados depois de suas experências na infância.

4- Antes mesmo de entrar no ar, o criador e produtor Kondzilla já recebeu elogios da atriz brasileira renomada no exterior, Alice Braga. Ela destacou o artista, por ter encontrado novas possibilidades fora da mídia tradicional ao mostrar a realidade da periferia.

5- Através da ficção, o produtor age com o objetivo de fazer 'a molecada da favela'  acreditar nos seus sonhos e buscar um futuro melhor, mesmo estando expostos a um ambiente vulnerável ao crime e ao tráfico.

6- Inicialmente com oito episódios, a produção brasileira será narrada em primeira pessoa, por três personagens diferentes Doni, Nando e Rita que são influenciados pelo fascínio do funk, das drogas e da igreja.

7- Além de revelar a realidade da periferia, a proposta de Kondzilla gera a reflexão ao retratar que para buscar um caminho diferente é preciso ter atitude e consciência, e isso só vai depender de cada um.

8- A divulgação da nova parceria já viralizou nas redes sociais. No Facebook da Netflix a publicação já alcançou 63 mil curtidas e 21 mil compartilhamentos e 1,3 milhões de visualizações. (durante a divulgação do post).

Prepare-se:

 

Da periferia brasileira para o mundo!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais