Blog Tudo e Todas

Depilação a laser e luz pulsada: conheça as diferenças e semelhanças

Saúde por: Rosana Wessling em: 16/05/2019 | 08:00

Quem procura por métodos de depilação duradouros já se deparou com duas opções no mercado: luz pulsada e a laser. Embora chamadas de 'definitivas', elas são, na verdade, procedimentos de longa duração. Entre os dois métodos, a principal diferença é a intensidade da luz, pois a tecnologia é a mesma.

De acordo com a especialista em Biomedicina e Estética Avançada, Mariana Remus, apesar de serem chamados de processos de depilação, o correto é epilação. 'Depilação é a remoção de pelos rente à superfície da pele não atingindo os folículos pilosos. A epilação é quando ocorre a remoção por extração dos pelos inteiros, incluindo as porções abaixo da pele, como a parte do bulbo', esclarece.

O método a laser atinge a raiz do pelo e suas células germinativas para destruí-las. O procedimento avalia o fototipo da pele - quanto mais melanina tiver o pelo, melhor será o resultado. 'O laser é uma luz concentrada, que atinge o bulbo do pelo. Uma luz focada, localizada, que consegue destruir o bulbo inteiro, não só o pelo', detalha a profissional.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasTécnicas apresentam diferentes intensidades de luz
Técnicas apresentam diferentes intensidades de luz

No procedimento de luz pulsada, os flashes policromáticos são regulados conforme o tipo de pele e de pelo. Com isso é possível várias a intensidade e o comprimento da luz. 'A luz pulsada é uma luz difusa, além de não focar só no pelo, ela distribui a energia. Como não é focada no bulbo, precisa de mais sessões para obter bons resultados.'

Foto: Divulgação / Tudo & TodasDepilação pode ser feita em diferentes partes do corpo
Depilação pode ser feita em diferentes partes do corpo


Outro ponto bastante destacado, segundo Mariana, é que o laser tem um comprimento de onda muito específico, por isso, pessoas com a pele morena e bronzeada têm certas restrições para aplicação. Já o método da luz pulsada, por ser luz difusa, com vários comprimentos de onda, é mais indicado para esse tipo de pele, para evitar queimaduras.

No verão, a gente sempre dá uma pausa, pois as pessoas ficam com a pele mais pigmentada. Agora estamos na melhor época para iniciar as sessões de depilação a laser ou luz pulsada.'

Foto: Arquivo Pessoal / DivulgaçãoMariana aconselha realiza as sessões na temporada mais fria do ano
Mariana aconselha realizar as sessões na temporada mais fria do ano


Antes do procedimento, Mariana explica que o correto é verificar o fototipo do paciente para avaliar as características da pele e do pelo. 'O laser que utilizamos é diodo, um padrão ouro para depilação. A tecnologia usa um comprimento de onda do feixe de luz maior, ideal para pelos mais escuros e grandes áreas do corpo, e pode ser aplicado em vários tipos de pele.'

O período de duração de cada procedimento vária de acordo com cada fototipo da pele. Mariana recomenda de 6 a 12 sessões para um bom resultado, com retoque a cada um ano.

A técnica a laser ou luz pulsada pode ser feita em ambos os sexos, em várias regiões do corpo, como, por exemplo, axilas, pernas, virilha, zona íntima e barba, em ambos os sexos. Além do benefício da depilação, a profissional acrescenta que a técnica a laser melhora muito e é indicado para quem tem foliculite. 'Na primeira sessão já se observa uma grande melhora."

 

 

 

 

 

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais