Blog Tudo e Todas

Dia da Mulher: de mãos dadas em busca de mudanças culturais

RespeitAme por: Juliana Bencke em: 08/03/2019 | 07:09

Se ao longo das últimas décadas, a inserção no mercado de trabalho, a participação na política e o direito ao voto passaram a fazer parte da vida da mulher, os desafios em busca de respeito e igualdade ainda são grandes.

Conquistas e desafios são lembrados, hoje, no Dia Internacional da Mulher e, junto deles, a importância da união e do compartilhamento de experiências, dúvidas e histórias entre mulheres. Para a professora de Sociologia Larissa Harres Zucchelli Bittencourt, avançar nas mudanças culturais é o principal desafio para as mulheres, em busca de reconhecimento.

Foto: Arquivo pessoal / DivulgaçãoProfessora de Sociologia, Larissa destaca a importância da união entre as mulheres
Professora de Sociologia, Larissa destaca a importância da união na busca por reconhecimento

Para isso, o respeito, a união e a troca entre mulheres são fundamentais. "Quando reproduzimos o discurso que mulheres não são amigas, que só os homens conseguem ser amigos de verdade, estamos nos autossabotando", enfatiza.

Qual a importância da união entre as mulheres na busca por mais reconhecimento?

Larissa Bittencourt: Acredito que o mais importante para avançarmos nos direitos das mulheres é uma mudança no imaginário das mulheres. Conquistamos muitos direitos, mas precisamos avançar nas mudanças culturais.

As mulheres fazem uma imagem de si mesmas que dificulta esses avanços. Quando reproduzimos o discurso que mulheres não são amigas, que só os homens conseguem ser amigos de verdade, estamos nos autossabotando.

Essa visão de nós mesmas é resultado de anos de aprendizado cultural que nem percebemos. Precisamos entender que ser mulher não nos leva à fatalidade de sermos rivais, que podemos e devemos nos unir entre mulheres e também junto dos homens para transformar a realidade que ainda prejudica todos.

Quais os principais desafios das mulheres no século XXI?

A desigualdade entre homens e mulheres prejudica todos. Conquistamos muitos direitos na macrossociedade, mas ainda precisamos melhorar a micro. Ainda vivemos com muita violência contra a mulher, jornada dupla de trabalho, desigualdade nas tarefas domésticas e com os filhos.

O maior desafio está nas relações diárias, ainda precisamos avançar na mudança de discurso sobre as mulheres. Os homens precisam mudar, os direitos precisam ser reconhecidos."
LARISSA HARRES ZUCHELLI BITTENCOURT
Professora de Sociologia

Qual o papel dos homens neste cenário?

As mudanças só vão acontecer quando os homens entenderem que também fazem parte da luta, que eles vão se beneficiar ao assumirem uma parceria na criação dos filhos e nas tarefas domésticas. A sociedade se beneficia com o companheirismo em todos os sentidos. Quanto mais solidários formos será melhor para todos, não apenas para as mulheres.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais