Blog Tudo e Todas

Quer economizar? 8 coisas que você precisa saber ao escolher um hotel

Viagem por: Ana Flávia Hantt em: 01/07/2017 | 20:00

Se tem uma etapa do planejamento que merece atenção, essa é a escolha do hotel. Mais do que um lugar para dormir, a acomodação costuma comprometer boa parte do orçamento para uma viagem.

Por isso, se você está procurando o melhor custo-benefício para a sua estadia, acredite, há muitos itens, além do preço, que precisam ser considerados:

Abaixo, oito dicas para te ajudar a fazer a melhor escolha:

1. Opte sempre por cozinha

Foto: Divulgação / Tudo & TodasQuartos de hotéis com cozinha, ou mesmo apartamentos, são uma boa opção
Quartos de hotéis com cozinha, ou mesmo apartamentos, são uma boa opção

Sempre que você tiver a opção de escolher um quarto com cozinha (ou ao menos com frigobar e micro ondas), aposte nisso. A não ser que você deteste preparar suas refeições, essa escolha vai fazer você economizar MUITO com alimentação. Com esse recurso, você pode comprar itens práticos no supermercado local, como iogurtes, pães, comidas congeladas, frutas, bebidas, etc, armazená-las e prepará-las. Acredite, refeições mais caseiras podem diminuir pela metade os gastos com alimentação.

2. Localização

Foto: Divulgação / Tudo & TodasPesquise informações sobre o bairro
Pesquise a distância do hotel para os principais pontos turísticos

O hotel tem um preço super em conta e você ficou empolgadíssimo? Antes de reservar, vale fazer uma visita ao Google Maps. Não adianta reservar um hotel que fique muito longe de tudo o que você pretende visitar. Mesmo que você alugue um carro ou tenha transporte público à disposição, é preciso fazer a conta do tempo que você vai ficar em deslocamento. Ninguém merece ficar preso em engarrafamento em uma viagem de fim de semana, certo?

3. Transporte público

Foto: Divulgação / Tudo & TodasMetrô é uma opção fácil e prática, especialmente no exterior
Metrô é uma opção fácil e prática, especialmente no exterior

Especialmente em viagens para países desenvolvidos, o acesso ao transporte público deve ser um dos primeiros critérios para escolher o hotel. Utilizando metrô, ônibus, trens, entre outras opções, você vai economizar muito mais do que se utilizasse taxi ou o serviço de aplicativos para contratar um motorista particular.

4. Estacionamento

Foto: Divulgação / Tudo & TodasEsse item é fundamental para quem utilizará um veículo no destino
Esse item é fundamental para quem utilizará um veículo no destino

Vai viajar de carro ou alugar um no destino? Certifique-se que o hotel tenha estacionamento gratuito, ou que a tarifa a ser paga seja coerente com seu orçamento. Estacionamentos privados costumam ser bem caros, e podem ser uma surpresa desagradável na hora de chegar ao destino. Pior ainda, é não ter onde deixar o carro. Já imaginou seu nervosismo ao deixar o veículo estacionado há várias quadras do hotel, por não ter encontrado nenhum lugar mais próximo?

5. Segurança

Foto: Divulgação / Tudo & Todas Pesquise informações sobre o bairro onde o hotel está localizado
Pesquise informações sobre o bairro onde o hotel está localizado

O hotel tem um preço ótimo, mas você não vai poder nem colocar o nariz na rua, sob o risco de ser assaltado? Nem precisamos dizer que é uma fria, né? Antes de escolher o hotel, certifique-se que o bairro é seguro, e que você poderá andar no mínimo duas ou três quadras para ir a um restaurante, sem ser ameaçado pela criminalidade.

6. Café da manhã

Foto: Divulgação / Tudo & TodasCafé da manhã incluso nas diárias pode diminuir o custo com alimentação
Café da manhã incluso nas diárias pode diminuir o custo com alimentação

No Brasil, é raro um hotel não oferecer um farto café da manhã incluso na diária. No exterior, no entanto, esse é artigo de luxo e, quando é oferecido, costuma ter opções bem mais limitadas. Na hora de escolher um hotel com ou sem café da manhã na tarifa, avalie como esse investimento pode impactar no seu orçamento: ao tomar café da manhã no hotel, muitas vezes você vai precisar fazer a próxima refeição somente à tarde, em um misto de almoço tardio com janta antecipada. Caso o café não esteja incluso, você vai gastar em alimentação já desde a primeira refeição do dia. Nesse caso, o item sobre a cozinha, citado acima, deve ser levado em consideração.

7. Quarto compartilhado? Pense bem sobre isso!

Foto: Divulgação / Tudo & TodasVocê topa dormir com mais oito desconhecidos?
Você topa dormir com desconhecidos?

Os hostels são uma opção de hospedagem super em conta e, mais do que isso, divertida. Mas antes de reservar uma cama em dormitório, avalie o tempo de hospedagem e a sua habilidade para lidar com o conceito de 'coletivo'. Se você for ficar dez noites em uma cidade, por exemplo, isso pode significar dormir dez noites com quatro, oito, doze pessoas totalmente desconhecidas. E novas pessoas vão chegando a cada dia. Então, você terá que ser tolerante com barulho, com luz acessa às 2h da manhã, com porta batendo, com colega de beliche subindo e descendo da cama de cima... tudo isso, sem falar da partilha do banheiro... A experiência pode ser incrível por duas, três noites, mas para hospedagens mais longas, pode se tornar um grande desafio.

8. Fique atento à taxas extras

Foto: Divulgação / Tudo & TodasPesquise sobre os extras da acomodação
Pesquise sobre os extras da acomodação

Especialmente no exterior, é comum que impostos e outras taxas sejam cobrados à parte do valor da hospedagem. Por isso, fique atento a esse aspecto, e também considere as gorjetas que muitas vezes são esperadas por parte do staff do hotel.

***

Vale dizer que, se você estiver com um bom orçamento para a sua viagem, pode levar em consideração outros aspectos, como o número de estrelas, ou a reputação da rede de hotéis. Caso não seja o seu caso, vale ficar atento a todas estas dicas, que com certeza vão garantir o melhor custo-benefício para a sua viagem!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais