Elas estão com tudo: Oxford aprova mais mulheres que homens em vestibular

Comportamento por: Taiane Kussler em: 30/01/2018 | 19:00

Há alguns tempos, apenas os homens ocupavam uma posição de destaque na sociedade, ao assumir cargos de influência. Atualmente estes conceitos foram reformulados e ocorreu uma inversão de valores relacionadas a questão de gênero. De uns tempos para cá, as mulheres também estão ganhando credibilidade ao desempenhar cargos e funções que antes eram ocupadas apenas por homens. A questão de gênero não é mais um empecilho para que elas sejam reconhecidas pelas suas competências profissionais.  A comprovação de que não há barreiras que as impeçam de assumir posições de destaque surgiu após a divulgação da lista de aprovados da tradicional Universidade de Oxford, no Reino Unido. Pela primeira vez em 922 anos de história, a  Universidade aprovou mais mulheres que homens no vestibular ~ um marco da evolução de gênero ~. 

 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasNa lista de vestibular, 45 mulheres estavam no ranking de aprovação
A lista de aprovados no vestibular, conta com 45 nomes femininos a mais que masculinos

***

Este resultado venceu paradigmas e conceitos ao confirmar que as mulheres estão cada vez mais inseridas no mercado de trabalho e possuem potencial para chegar onde almejam. Um marco histórico para a universidade já que, há 50 anos a instituição oferecia cursos específicos para homens, sendo que, as mulheres não eram aceitas em determinadas áreas de formação.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasHá 922 anos de história, a universidade de Oxford não registrava este resultado
Há 922 anos de história, a Universidade de Oxford não registrava este resultado

***

Os números estão aí para confirmar, a partir de agora as mulheres estão no topo quando comparadas aos homens neste quesito. De acordo com representantes de Oxford, a lista de aprovados conta com 1.060 nomes femininos, 45 a mais que masculinos ~ este é apenas o início de uma batalha contra o preconceito de gênero ~. 

 

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais