Famosas utilizam as redes sociais para manifestar posição sobre a criminalização da lei do aborto

Comportamento por: Taiane Kussler em: 13/11/2017 | 17:00

Mais uma vez as redes sociais, têm sido o 'ponto de partida' para impulsionar manifestações coletivas. Desta vez, o assunto que está em pauta é o aborto. A PEC 181 ainda está em tramitação na Câmara e se aprovada, pretende causar algumas alterações na legislação atual. A emenda prevê a transformação de qualquer tipo de aborto em crime ~ revogando os casos que são legais atualmente no país: : em caso de estupro, em situações de risco para a vida da mãe e em caso de feto com anencefalia. ~. 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasFamosas convocam a manifestação da PEC 181
Famosas convocam a manifestação da PEC 181

***

Em manifestação à emenda, algumas famosas utilizaram as redes sociais para manifestar sua posição contrária à mudança, aproveitando este espaço para convocar outras mulheres a participar das manifestações contra a PEC 181, que acontecem nesta segunda-feira (13), a partir das 17h, em vários estados do país, assim como, no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Ceará, Bahia, entre outros.

Entre as famosas que estão manifestando a sua opinião através das redes sociais estão, Camila Pitanga, Bruna Linzmeyer e Sophie Charlotte, que abraçaram esta ideia e impulsionaram para que outras artistas assim como, Isabel Fillardis, Letícia Sabatella, Leona Cavalli apoiassem esta causa e compartilhassem esta manifestação virtual. 

Camila Pitanga

'Querem que a mulher que engravide de um estuprador não tenha direito ao aborto. E pior: seja presa por interromper a gravidez ou morra em um aborto clandestino. Estão nos obrigando a viver uma segunda violência', disse Camila Pitanga

 


Bruna Linzmeyer

A atriz Bruna Linzmeyer publicou em seu perfil do Instagram o cartaz do movimento 'Todas contra 18', nome em referência aos 18 deputados que votaram a favor da emenda.

 

?? 18 homens votaram contra a criminalização do aborto até em casos de estupro e risco de vida pra mulher! ?? Nós não iremos aceitar! Vamos TODAS às ruas pela vida das mulheres na segunda-feira, dia 13 de novembro, 17h, na Cinelândia, Rio de Janeiro: https://www.facebook.com/events/163365470945396/ ?? O direito ao aborto legal em casos de gravidez por estupro ou risco de morte para a mãe são direitos permitidos desde 1940 pelo Código Penal Brasileiro. ??? Querem que a mulher que engravide de um estuprador não tenha direito ao aborto. E pior: seja presa por interromper a gravidez ou morra em um aborto clandestino. ?Estão nos obrigando a viver uma segunda violência! É pela vida das mulheres! Nenhum direito à menos! ?TODAS pra rua no dia 13 de novembro às 17h na Cinelândia!

Uma publicação compartilhada por bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer) em


Sophie Charlotte 

Já, Sophia Charlotte, além de compartilhar o vídeo e o cartaz, divulgou um vídeo em que a cantora Elis Regina aparece dizendo que se a sociedade não tomar as devidas providências, a vida das mulheres estará em jogo.

Enquanto a gente for cínico, enquanto a gente for falso, as mulheres vão continuar correndo o risco de morrer'.

 

Chega de retrocesso e de hipocrisia! #pec181

Uma publicação compartilhada por Sophie Charlotte (@sophiecharlotte1) em

***

A manifestação atingiu um grande número de internautas e viralizou na internet. Com isso, a abordagem do tema gerou a discussão, alcançando apoiadores e contrários à PEC 181.

E você, o que acha?

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais