Maceió: seja bem-vindo ao cenário paradisíaco do nordeste brasileiro

Viagem por: Taiane Kussler em: 25/04/2018 | 19:00

Nordeste brasileiro! Quem chega não quer mais voltar para casa. A paisagem é convidativa, repleta de belezas naturais e cenários encantadores, deixa marcas na viagem e o desejo de retornar a este paraíso de águas mornas e cristalinas. Isso sem falar nas características diferentes, encontradas em cada lugar, assim como a culinária, artesanato, sotaque nordestino e para fechar com 'chave de ouro', a hospitalidade do povo nordestino. 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasCais de Piaçabuçu
Cais de Piaçabuçu

***

Retornar ao paraíso já estava nos planos da venâncio-airense, Lisete Stertz, desde que teve o primeiro contato com as praias do nordeste, no litoral brasileiro. Recentemente, ela esteve na Península de Maraú (Bahia) e João Pessoa (Paraíba), mas, este ano, ela repetiu a dose e planejou uma visita a Maceió (Alagoas). Para curtir cada detalhe e usufruir das diferentes opções do lugar, Lisete optou por uma viagem de uma semana, ao ficar em Maceió, de 13 a 21 de abril.

 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasLisete, Maria Inês Schussler e Dayse Adams (amiga de João Pessoa) , nas falésias do Gunga
Lisete, Maria Inês Schussler e Dayse Adams (amiga de João Pessoa), nas falésias do Gunga

****

Foto: Divulgação / Tudo & TodasFinal da tarde, na orla da Praia de Pajuçara
Final da tarde, na orla da Praia de Pajuçara

Apesar das praias nordestinas, em sua maioria, possuírem águas cristalinas e convidativas, é preciso escolher o melhor horário de visitação. Segundo Lizete, depois de pesquisar sobre os lugares, o grupo fez um cronograma para curtir o passeio, para usufruir das peculiaridades de cada lugar. Uma forma de aproveitar ao máximo, tudo o que Maceió tem a oferecer aos turistas. 

Não costumamos ficar nas praias urbanas, pois essas, apesar de lindas, recebem alguns poluentes que não nos agradam. Deixamos a orla urbana para o final de tarde quando existe uma estrutura maravilhosa para caminhadas, com bares, iluminação especial, um astral muito bom. Em nenhum momento sentimos qualquer insegurança. 

***

Além das novas experiências que uma viagem proporciona, ao conhecer diferentes lugares e características culturais de cada região, Lisete acredita que uma passeio é capaz de trazer novas energias e marcar para sempre na memória, pois cada momento é único e especial. 

Acho que uma viagem revigora, abre horizontes e nos tira de uma rotina onde observamos apenas o nosso modo de ser. As experiências das viagens, as imagens, as pessoas que conhecemos ficam gravadas e fazem parte da nossa história.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasA venâncio-airense sempre está acompanhada do tradicional chimarrão
A venâncio-airense sempre está acompanhada do tradicional chimarrão

Viajar pelo Brasil, já faz parte do cronograma anual da venâncio-airense, que costuma programar, em média, uma a duas viagens ao ano. Por enquanto, ela só visitou o Brasil, mas pretende expandir novos horizontes ao apostar em outros desafios. Antes de definir a viagem, Lisete busca indicações e informações sobre os lugares, para depois 'fazer as malas' e embarcar nesta aventura. Cada lugar possui características peculiares, ela admira o litoral nordestino pelo clima, praias límpidas e natureza exuberante ~ uma das preferências da visitante ~.  Depois da pesquisa, ela mesma programa o seu roteiro de viagens.

Após decidido o destino faço a parte operacional: compra de passagens aéreas, aluguel de carro (pois fazemos os passeios também por conta própria), aluguel de apartamento ou reserva de pousada, de acordo com a estrutura do local. Nos locais de destino decidimos os passeios. 

 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasPiaçabuçu - cidade na margem do São Francisco,  cenário do filme Deus é Brasileiro
Piaçabuçu - cidade na margem do São Francisco, cenário do filme Deus é Brasileiro

A decisão é muito pessoal, mas se você também pretende embarcar nesta viagem, uma das indicações é o passeio pelo Rio São Francisco, a arquitetura das vilas, bairros e cidadezinhas. Segundo ela, o povo vive com tão pouco e as pessoas são queridas, prestativas e muito observadores ~ logo de primeira, eles já reconhecem a origem dos visitantes do sul ~. A paisagem muda de acordo com a temporada, de acordo com Lisete, desta vez, o grupo não se deparou com a seca, tudo estava 'verdinho' por lá. 

Características do povo nordestino

Segundo a venâncio-airense, os nativos são muito queridos, pacientes (bem pacientes) e com um sotaque próprio. Tem ocasiões que até é difícil de entender, mas eles repetem sem problemas.

Quando é possível, converso com o pessoal que trabalha por lá (motorista de buggy, garçons, guias locais, atendente de supermercado, pessoal do artesanato) e vejo um Brasil diferente por lá. Eles não tem muita ambição, ganham pouco e a maioria não conhece os locais que vamos para lá conhecer. As casas (saindo da orla urbana que é muito bem estruturada) são muito simples, muitas de barro e com uma característica em comum: emendadas uma na outra, pintadas somente na parte da frente (quando pintadas) e com uma calçada de, no máximo, um metro.

***

Foto: Divulgação / Tudo & TodasPraia do Francês, uma das mais badaladas de Maceió
Praia do Francês, uma das mais badaladas de Maceió

Mas o nordeste não se limita apenas às belezas e encantos naturais, o lixo é um problema sério e cultural, mas não é restrito à comunidade local. Lisete também observou que, os turistas também são responsáveis por poluir as praias. De acordo com ela, uma das praias mais poluídas é a 'Praia do Francês', um dos pontos mais badalados de Maceió.

Vimos muito lixo por lá, inclusive plástico boiando na água do mar

Apesar dos hábitos culturais do povo nordestino e da falta de conscientização dos turistas ao poluírem o meio-ambiente, há também belas atitudes de preservação. 

Conheci uma moça do Mato Grosso que levava uma sacola plástica furadinha quando ía tomar banho, aproveitando para recolher o lixo.

 

Confira algumas dicas da venâncio-airense:

Lugar: Em Maceió, uma das belas paisagens se forma no entardecer na orla urbana (que acontece bem cedo). As praias no entorno são lindas e perfeitas para a visitação durante o dia.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasLisete curtindo um passeio ao lado do marido, Airton Silveira
Lisete curtindo um passeio ao lado do marido, Airton Silveira, no rio São Francisco

Curiosidade: o sol nasce muito cedo, e quente! Os passeios devem ser programados para a primeira hora da manhã ~ no máximo às 7h ~. Para curtir a viagem, a dica é dormir cedo, este hábito evita o cansaço e se adquire mais disposição para o dia seguinte.

Gastronomia: Peixe e frutos do mar, esta foi a opção do grupo, durante a estadia em Maceió. Nas barracas na beira mar servem de tudo. A macaxeira frita também é uma ótima pedida. A tardinha, invista no açaí para repor as energias.

Transporte: Alugar um carro para realizar os passeios é uma ótima opção. Além da liberdade de horários para ir e vir, de um lugar a outro, os passeios de carro são mais acessíveis. 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasPraia do Sonho Verde
Praia do Sonho Verde

 

 

Ponto turístico: São vários, é difícil descrever um único lugar. Lisete indica a praia de São Miguel dos Milagres, a Praia da Tabuba e o passeio para a Foz do São Francisco. Mas não dá para deixar de conhecer a Praia do Gunga e Paripueira. E também, Ponta Verde, Jatiúca e Pajussara (praias urbanas), que oferecem uma estrutura maravilhosa, porém com um mar que recebe esgoto.

 

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais