Blog Tudo e Todas

Marketing na prática: qual seu modelo de negócio?

Sem categoria por: Bárbara Teixeira em: 04/11/2017 | 11:00

No post de hoje, Ana Cláudia Kist, do Atelier de Mkt, te ajuda a atender um pouco mais sobre a dinâmica do marketing e dos negócios:

***

Na maioria das organizações, o marketing é utilizado somente como comunicação, ações de propaganda, elaboração de folders e catálogos, utilizando uma pequena fração de seu significado e importância. Porém, a mudança tecnológica, a interatividade, a conectividade, o compartilhamento que estamos vivenciando, faz com que as empresas repensem e adaptem o seu negócio ao mercado.

Que mercado é esse?

Um mercado consumidor que está exigente, engajado, interativo e questionador, cada vez mais envolvido com a promessa de entrega da empresa, ou seja, aquilo que a empresa oferece ao consumidor como produto ou serviço.

Refletindo em um mercado de alguns anos (um cenário de trinta a quarenta anos atrás) era fácil pensar em diferenciais de uma empresa, como por exemplo: variedade de produtos, preços, qualidade, tecnologia, pois tínhamos pouca concorrência no mesmo segmento e o mercado possuía consumidores homogêneos em suas necessidades, assim com muita demanda para produtos e serviços.

No atual mercado, qualidade, preço, tecnologia e variedade de produtos são fatores diferenciais? Não! Porque todos dizem que possuem os mesmos atributos. Calma, vamos esclarecer, em pontos!

via GIPHY

Qualidade: todas as empresas dizem que possuem qualidade, porém a percepção de qualidade para o consumidor é outra, pois isso varia de produto e pessoa.

Preço: está relacionado com a percepção de valor, custo x benefício, na visão do consumidor; para a empresa, muitas vezes está relacionado com custo.

Tecnologia: com acesso a informação, todos possuímos acesso a tecnologia, inclusive os concorrentes.

Variedade de produtos: hoje o consumidor tem acesso a produtos similares em tamanhos, cores, design que oferecemos, na loja ao lado.

Sabe o que é um grande diferencial para seu negócio hoje? Pessoas! E o que pessoas fazem? Atendimento!

via GIPHY

Gosto muito de ressaltar algo que acredito: "marcas não vendem para pessoas, pessoas vendem para pessoas". Isso vale para mercado organizacional (B2B) e mercado consumidor (B2C), pois independente da negociação, em ambos nos relacionamos com pessoas.

Um dado alarmante comprova isso. Segundo a instituição Popai Brasil, 68% dos consumidores não retornam à empresa em razão da indiferença por parte do funcionário.

Aí você pergunta: Tá, mas o que isso tem a ver com Marketing?

Simplesmente, tudo!

Estamos falando de um modelo de negócio voltado para o mercado, modelo este que deve ser implantado por todos dentro da organização, todos devem entender o propósito que a empresa entrega ao mercado, deve fazer sentido! Porque o consumidor busca relacionamento com a marca, vínculo de confiança, interatividade! O varejo está em transformação, até mesmo o SAC de algumas empresas estão mais interativos, mais próximos de um relacionamento! As mídias sociais facilitam esta interação e vínculo, afinal são o grande canal de comunicação com o consumidor!

Um livro publicado recentemente, Marketing 4.0 do Tradicional ao Digital, de Philip Kotler, mostra não só como a conectividade alterou a forma radical como vivemos, mas como entender os caminhos do consumidor na era digital, como estabelecer vínculos e relacionamento com este consumidor! Hoje, não basta dizer que temos um produto de qualidade, temos que entregar valor para o consumidor, e este valor, em todos os sentidos!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais