Blog Tudo e Todas

Menace: assista à primeira micro-série feminista lançada no Instagram

Comportamento por: Taiane Kussler em: 03/04/2018 | 15:00

Uma vonatde de expressar ideias, pensamentos e emoções levou a brasileira Flávia Borges a ganhar destaque e visibilidade com o projeto Menace. Após desistir da faculdade de Publicidade e Propaganda, a mineira seguiu um outro rumo, ao investir na ideia de desenvolver uma micro-série feminista e interseccional para o Instagram. O projeto tomou proporções maiores e saiu do papel, depois que a brasileira, que atualmente reside nos Estados Unidos, conheceu Sarah Alò e Devon Carson, mulheres que alimentavam a mesma ideia, de trabalhar na produção de conteúdo digital.

 

Foto: Divulgação / Tudo & TodasFlávia (ao centro), passou a alimentar esta ideia depois que conheceu as grandes amigas Sarah Aló e
Flávia (ao centro), passou a alimentar esta ideia depois que conheceu as amigas Sarah Aló e Devon Carson

***

A partir desta parceria,  o grupo organizou um projeto todo produzido por mulheres para contar três histórias: a de uma imigrante ilegal, a de uma vítima de violência doméstica e a de uma dominatrix digital. Tudo foi cronometrado e a micro-série feminista foi criada para seguir os moldes do Instagram ~ cada episódio foi produzido com 1 minuto de duração ~.  

E este trabalho rendeu bons resultados, assim que ideia foi colocada em prática e passou a ser divulgada na rede social, no fim de 2017, Flávia Borges foi citada pela Forbes como idealizadora de conteúdo digital inovador, foi mencionada pelos sites The Every Girl, Hello Giggles, Feministing e Now This e o trio se consagrou capa do Chicago Reader, ao ganhar reconhecimento internacional com o conteúdo digital, idealizado pelas 'protagonistas' desta história.

Trabalho de formiguinha...

Para lançar os 13 episódios da primeita temporada, as meninas enfrentaram grandes desafios. Flávia lançou na internet um crowdfunding, mas o valor arrecadado não chegou a um terço do valor necessário. Mesmo assim, foram oito meses de pré-produção, dois dias intensos de filmagens e nove meses de pós.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasFlávia Borges desitiu do curso de Publicidade e Propaganda, mas acreditou no sonho de ser atriz
Flávia Borges desitiu do curso de Publicidade e Propaganda, mas acreditou no sonho de ser atriz

No Instagram fizemos um trabalho de formiguinha. A nossa equipe de marketing, totalmente voluntária, ajudou na divulgação, e nós acabamos construindo uma comunidade de mulheres que se ajudam e estão interessadas nas mesmas causas", disse a idealizadora ao site da Glamour.

 

As ideias não param por aí...

Tem muitas novidades que este trio está preparando ~ agora ninguém mais segura ~. Flávia Borges sempre quis trabalhar como atriz e através deste projeto pretende dar asas a este sonho. A partir de agora, ela quer levar a Menace para a TV a cabo ou streaming, por isso, já vem trabalhando na adaptação do formato. Além desta ideia, Flávia vai desengavetar um longa que escreveu há alguns anos sobre infertilidade e imigração ~ tem lançamentos pintando por aí ~. 

 

 

 

Quer conhecer as micro-séries feministas que são destaque no Insta? Clique aqui e assista!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais