Pai e protagonista do lar: no comercial da Vanish, são os homens que se preocupam com as manchas

RespeitAme por: Ana Flávia Hantt em: 06/01/2018 | 20:00

O comercial não é necessariamente novo. Foi postado em 30 de outubro de 2017, e circula na televisão aberta desde o fim do ano. A julgar pelas pouco mais de 1,7 mil visualizações que contabilizou no YouTube, no entanto, o comercial não está recebendo a devida atenção.

E veja bem, não estou falando de tira-manchas.

Em sua nova campanha, a marca Vanish utiliza dois homens como protagonistas do lar. São eles que tomam conta das respectivas filhas, e se preocupam (ou não) com as manchas nas roupas.

Assista:

E o que isso tem de importante? Tudo!

A atitude da marca em escolher dois homens para protagonizar de forma tão natural o enredo do comercial, ajuda a descontruir diversos estereótipos de gênero, principalmente, de que são as mulheres as responsáveis por cuidar da casa e dos filhos.

Quantas crianças talvez estejam olhando televisão no horário, e terão a oportunidade de ver dois homens preocupados com o bem-estar da família e a organização da casa? E quantos de nós, adultos, passamos nossa vida inteirinha assistindo a comerciais relacionando estes temas às mulheres?

Foto: Divulgação / Tudo & TodasHomens preocupados com as manchas das roupas dos filhos
Homens preocupados com as manchas das roupas dos filhos é, sim, um imenso avanço

Embora sempre haja a turma que diz que os tempos são outros, que as mulheres trabalham fora, os homens ajudam em casa, e por isso não há mais necessidade de discutir esse tema, é importante esclarecer alguns pontos.

Em primeiro lugar, homens não 'ajudam' as mulheres, afinal, isso seria dizer que elas estão recebendo ajuda para desempenhar uma atividade que compete a elas. O correto, é entender que homens e mulheres devem 'dividir' as tarefas da casa, já que ambos moram nela e devem ser responsáveis por esse ambiente.

Em segundo lugar, é importante dizer que embora os homens realmente tenham dividido mais as tarefas, a carga mental sobre a casa ainda recai sobre as mulheres. Veja alguns exemplos:

- O homem vai no supermercado, mas quem fez a lista de itens a comprar, e depois vai guardar cada coisa no seu devido lugar, ainda é a mulher.

- O homem coloca a roupa para lavar e a estende no varal, mas quem pensa se o filho cresceu um palmo no último ano e por isso precisa de calças novas, é a mulher.

- O homem varre a casa, mas quem avalia se está na hora de comprar uma vassoura nova ainda é a mulher. 

O que esses exemplos querem dizer é que a 'parte inteligente' da casa ainda recai, na maioria dos casos, sobre a mulher. O homem tem, sim, dividido tarefas, mas quem pensa sobre o que está faltando na geladeira, quais produtos de limpeza precisam ser comprados, quando é a próxima consulta do filho, quando o cachorrinho precisa fazer vacina, se está na hora de comprar novas roupas, ainda é a mulher.

E sim, pensar em tudo isso, mais as demandas de uma carreira, pode, sim, ser muito desgastante.

Ou seja, não vale o discurso de 'eu faço tudo o que minha mulher me pede', porque na verdade, não é a mulher que tem obrigação de pensar, e depois pedir ajuda ao homem.

Voltando ao Vanish, é por isso que um comercial que mostra homens atuantes e pensantes, é tão importante. 

Em passos lentos, mas significativos, vamos nos descolando das imagens que por anos têm aprisionado homens e mulheres em comportamentos padrões.

Aguardando ansiosamente por novos comerciais do tipo!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais