Blog Tudo e Todas

Personal Stylist: belezas reveladas!

Moda & Beleza por: Daiane Veiga em: 06/08/2018 | 19:00

Fala gatedooo!!! Hoje vou falar um pouco sobre o trabalho de Personal Stylist, minha história e sobre pessoas. Ser #stylist é algo muito lindo de se fazer, que permite revelar belezas, ajudar pessoas a se descobrirem, eternizar momentos em editoriais ou na área comercial, com marketing e vendas. Pode parecer super amplo (na verdade é), porque foge totalmente do conceito que as pessoas tem à respeito disso. Digo com todas as letras que essa profissão não é só montar looks e escolher poses para fotos, isso faz parte do trabalho, mas é a uma etapa.

Nos bastidores existe um projeto de trabalho, se quer chegar a algum lugar com aquilo, se quer influenciar positivamente as pessoas. Quem passa por essa profissional revela sua essência, se reinventa. Não é algo estritamente comercial e sim de troca de vivência, experiência.

Foto: Tarcisio Muller / Tudo & Todasvvv

Foto: Dana Liara / Tudo & Todasbbb

Lá venho eu com história (kkkkkkk, muitos risos). Tudo começou numa brincadeira de criança, quando minha tia Denise me produzia como top model para fotos. Na adolescência ganhei uma câmera, até achei que seria fotógrafa (genteeeeee, eu fazia selfie com câmera de flash, ficava uns minutos zonza e sem enxergar, mas eu fazia, kkkkk). Até era magra (estilo botão eu me intitulava, de frente com curvas, de lado retinha) mas, era uma nanica e os padrões de beleza da época não me permitiram ser modelo (não que eu quisesse), mas eu gostava dessas loucuras de produção, fotos, vídeos e até gravações de rádio. Meu primo e minha mana mais nova eram meus parceiros pra produzir, fazíamos gravações nas fitas K7 (acho que meu pai tem guardado ainda), paródias, músicas, homenagens, até programas de rádio (acreditem genteeeeee). Éramos muito criativos e incentivados pela família, além da escola Zilda que todos estudamos até a oitava série que valorizava muito os talentos dos alunos desde a pré escola (me lembro de ser Xuxa 92 pq sabia cantar toda letra da música, hehehheheh).
Terei que resumir, porque é tanta coisa linda pra chegar até aqui, que já me emociono. Depois foi no Magistério (ninguém sabe, mas eu aceitei fazer pq lá tinha TEATRO) e entrei para o Grupo Rasttros da Professora mais top das galáxias, Voni Eidt. Foram os melhores (tb piores, talvez) anos da minha vida, adolescente, hormônios a flor da pele, fazendo Arte, trabalhando, interagindo e tudo mais normal e anormal de adolescente (não há como definir o turbilhão), pensa num trem louco essa frase (Jesus!). Cheguei a fazer umas 10 ou mais peças de Teatro, atuando como atriz e também nos bastidores de tudo (Voni nos fazia criar asas, literalmente). Lecionei por longos 12 anos e fui uma profe feliz, tenho mó orgulho de rever ex alunos, principalmente pelo que a grande maioria deles se tornou: único, importante e especial do jeito que é.

Foto: Dana Liara / Tudo & Todaslll

A moda, foi meu ápice de realização, mas esse trabalho inicialmente de brincadeira, ajudando as manas na loja que, posteriormente assumi e reinventei.Essa oportunidade de ser empreendedora, foi crucial no meu desenvolvimento enquanto pessoa. Passei a ver a importância de um profissional engajado com as pessoas, que realmente se importe com elas e queira ver uma mudança de vida através da moda e do estilo.

Eu me via como cliente e geralmente era bem atendida, fazia amizades, criava vínculos com as lojas que comprava, eu vi um mercado muito lindo, porém com muito a crescer enquanto atendimento e humanização dos setores. Foi quando fiz o cursinho de Dale Carnegie que as portas da minha mente se abriram e depois minha ida ao São Paulo Fashion Week. No SPFW eu vi o mundo que eu queria estar, o da moda, nada desse glamour todo, eu vi uma possibilidade de levar aquilo ali para as pessoas no dia a dia. Todas somos modelos, somos fôrma única, então não tem porque querer ser um padrão ou outro. Vemos uma mídia massiva, que nos obriga a ser, estar e consumir (não sou contra consumo) e isso nos coloca numa posição passiva. É tempo de grandes mulheres, é tempo de fugir dos padrões. O time #somostodasdivas (uma # usada para mostrar que nós podemos sim, baixinhas podem, gordinhas podem, altonas podem, magrelas podem, nós podemos!!!!

Foto: Tarcisio Muller / Tudo & Todasbbb

 

Foto: Dana Liara / Tudo & Todashhh

Por que contar tudo isso??? Uma que muitas pessoas me perguntam e acho legal abrir o livro com a história toda (risos). Após todas essas vivências descobri que gosto de revelar nas pessoas o que geralmente elas mesmas não vêem, os detalhes, a beleza, aquele mulherão que tá ali, mas que não sai por algum motivo (não me convém saber ou julgar), mas eu sinto a necessidade de revelar, ajudar, fazer acontecer.

O mundo do Teatro/Moda/Dança me "chama", grita dentro de mim e mesmo que eu fuja, ele volta a me procurar. Então, eu resolvi e aprendi, porque não tem idade, nem hora pra nada. Que posso unir tudo isso no meu trabalho (sim, eu amo trabalhar!) e ainda abrir portas e janelas pra tantas outras coisas que curto fazer através da profissão de Personal Stylist.

Você pode estar realizada sendo mãe, sendo dona de casa, gerenciando uma empresa, fazendo trabalho voluntário. Você pode sentir-se linda quando vai passear com o dog, num encontro com as amigas, no trabalho... Você é o que você é e é linda assim (redundante e real).

 

Foto: Daiane Veiga / Tudo & Todasjj


Que tal??? Gostaram do assunto??? Quem aí trabalha com moda ou quer trabalhar em algo na área??? Quem de vocês se arriscaria a modelar??? Já passaram pelas mãos de uma Personal Stylist??? Já viu que você é linda hoje??? Vem com a gente, que em breve teremos mais assuntos sobre moda, estilo, comportamento e autoestima que trarei para vocês!!! Uma beijoquita roliça e até breve!!!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais