Blog Tudo e Todas

Primeira Eurotrip, o que conhecer?

Viagem por: Ana Carolina Becker em: 23/07/2018 | 19:00

Quando se viaja pela primeira vez à Europa é comum preparar um roteiro por países mais tradicionais, não se preocupe com isso, é clichê, mas é encantador. As nossas férias de verão também não foram diferentes. Esperamos as aulas terminarem e embarcamos em uma eurotrip por cinco países: França, Bélgica, Holanda, Alemanha e Itália.

Então, se você está preparando ou pensando em um destino internacional, decidi compartilhar algumas dicas e acontecimentos que rolaram durante a nossa viagem para facilitar ainda mais a preparação, ainda mais se for iniciante nesse quesito: eurotrip. Ah, estive acompanhada de mais três amigos que foram "ficando" pelos países e voltando para Portugal conforme avançávamos no roteiro. No final, ficamos apenas Duda e eu.

 

Foto: Arquivo pessoal / Tudo & TodasLeg: Nossa primeira parada foi em Paris e não podia faltar um registro no Arco do Triunfo. Na foto está a Dani, Bruno, eu e a Duda.
Nossa primeira parada foi em Paris e não podia faltar um registro no Arco do Triunfo. Na foto está a Dani, Bruno, eu e a Duda

 

Havíamos prometido que não faríamos mais viagens de muitos dias, mas falhamos e não nos arrependemos disso. Ao longo dos dias conhecemos muitas pessoas, dormimos no aeroporto e no ônibus, nos perdemos no metrô, conhecemos uma cidade inteira somente caminhando, usamos apenas um ticket de 24 horas para três dias e fizemos sanduíches.

 

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasNós encaramos a primeira noite antes da viagem no aeroporto. Nosso voo era cedo e não iríamos conseguir chegar a tempo. Foi uma noite bem divertida já que era aniversário da Dani e comemoramos com sanduíche e café
Nós encaramos a primeira noite antes da viagem no aeroporto. Nosso voo era cedo e não iríamos conseguir chegar a tempo. Foi uma noite bem divertida já que era aniversário da Dani e comemoramos com sanduíche e café

 

Ninguém nunca me ensinou sobre uma eurotrip, então lá vão alguns ensinamentos:

-Paris é linda. Tem muitos pontos turísticos e eles não são tão pertos uns dos outros, é preciso caminhar bastante. Se esse for um destino, leve sempre roupas e calçados confortáveis.

-Se existir possibilidade suba na Torre Eiffel. É o ponto turístico pago mais visitado do mundo e compensa cada euro investido. Conseguimos comprar o ticket depois de cerca de uma hora na fila por ? 12 na tarifa junior que vai de 12 a 24 anos, o que deu acesso a parte mais alta do local pelo elevador. Existe a possibilidade de comprar online (www.toureiffel.paris/fr), mas quando tentamos eles já estavam esgotados.

 

 

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasEssa é uma das vistas de cima da Torre Eiffel, o triste é que quando subimos ficou logo nebuloso, mas compensou ver as luzes da cidade ascenderem
Essa é uma das vistas de cima da Torre Eiffel, o triste é que quando subimos ficou logo nebuloso, mas compensou ver as luzes da cidade ascenderem
Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasÉ impossível descrever a sensação de quando se vê esse ponto turístico de 324 metros de altura seja de dia ou a noite
É impossível descrever a sensação de quando se vê esse ponto turístico de 324 metros de altura seja de dia ou a noite

 

 

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasSubir na torre é uma sensação única, cercada de emoções
Subir na torre é uma sensação única, cercada de emoções

 

-Entre na Catedral de Notre-Dame, a entrada é gratuita e compensa ver a arquitetura que traz uma história super bacana de ser relembrada. Ah, existe um custo para subir na Torre de uns ? 3, mas decidimos não subir.

 

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasA Catedral de Notre-Dame é uma das mais antigas em estilo gótico da França
A Catedral de Notre-Dame é uma das mais antigas em estilo gótico da França

 

-Conheça a avenida Champs-Élysées e se as lojas estiverem com saldo aproveite para comprar, afinal lá estão marcas conhecidas mundialmente.

-Tire um dia para conhecer o Jardim de Luxemburgo e o Jardim de Versalhes.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasO palácio e Jardim de Versalhes são distantes da área central de Paris, mas compensa visitar, é um local encantador
O palácio e Jardim de Versalhes são distantes da área central de Paris, mas compensa visitar, é um local encantador

-Fique atento a zona de metrô na qual você está hospedado e a de onde quer ir em Paris. Aconteceu de comprarmos tickets para a zona 1, local onde está localizada a maioria dos pontos turísticos de Paris, mas a nossa acomodação ser na zona 3 e ao chegarmos na nossa estação de casa não conseguirmos sair porque o ticket não valia para todas as zonas. Não cometam esse erro, mas se acontecer, não se preocupem, sempre haverá uma alma caridosa que irá abrir pra você sair.

-Se Bruxelas estiver no seu roteiro, tire um tempo para sentar na Grand Place e analisar a arquitetura do local e viver como os moradores dali.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasÉ impossível ir à Bruxelas e não conhecer a Grand Place. Estivemos lá em uma sexta-feira e as pessoas estavam aproveitando muito o local
É impossível ir à Bruxelas e não conhecer a Grand Place. Estivemos lá em uma sexta-feira e as pessoas estavam aproveitando muito o local

-Coma a melhor batata frita do mundo na Fritland. É um local super bacana e tradicional na cidade, sem contar que os atendentes são super simpáticos e sempre vai encontrar algum brasileiro na fila.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasAproveitamos e tiramos foto com o cara que prepara a melhor batata frita do mundo
Aproveitamos e tiramos foto com o cara que prepara a melhor batata frita do mundo

-Não esqueça de comprar o chocolate belga e não se emocione ao ver as lojas. Existem algumas mais discretas próximas a Grand Place com promoções bem bacanas. Compramos seis caixas por ? 9,90 e o chocolate é suuuuuper bom.

 

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasEsse é o combo de seis caixas de chocolate belga que compramos em Bruxelas
Esse é o combo de seis caixas de chocolate belga que compramos em Bruxelas

-Amsterdam foi uma das cidades que conhecemos andando. É fascinante e ao mesmo tempo requer bastante atenção para não ser atropelada por uma bike. Aproveitamos para conhecer a cidade no fim da tarde e conseguir boas fotos no pôr do sol.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasTem como não amar essa cidade?
Tem como não amar essa cidade?

-Fizemos o tour da Heineken Experience e caso seja apreciador da cerveja é super válido fazer esse passeio. Acabamos não comprando o ticket online e pagando ? 21 para entrar, mas comprem antecipado e poupem alguns euros.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasFazer o Heineken Experience foi muito legal, eles explicam todo o processo e contam a história. Tem umas coisas bem surpreendentes, vale a pena!
Fazer o Heineken Experience foi muito legal, eles explicam todo o processo e contam a história. Tem umas coisas bem surpreendentes, vale a pena!

-Vá ao "I am Amsterdam", mas não se surpreenda a sua foto nunca vai ficar sem turistas. Esse ponto está próximo a Estação Central e vale incluir esses itens na lista para conhecer.

-Optamos por conhecer Frankfurt, na Alemanha, a cidade foi um "pause" e descanso para a nossa eurotrip, depois pegaríamos um vôo para Veneza, na Itália.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasO Schnitzel é um prato típico da Alemanha, são batatas fritas com um bife a milanesa de frango com rodelas de laranja.
O Schnitzel é um prato típico da Alemanha, são batatas fritas com um bife a milanesa de frango com rodelas de laranja. 

-Comemos prato típico em Frankfurt e bebemos cerveja. Não se surpreenda se pedir uma garrafa com alguns copos e eles se espantarem e questionarem: Apenas uma? Eles logo vão saber que são brasileiros.

-Se tiver um voo no Aeroporto de Frankfurt: boa sorte. É o maior do mundo, super bem sinalizado, mas dá um medo quando começa a ver a imensidão do local.

-Conheci Veneza e estou em um caso sério de amor com essa cidade. Eles não usam carros, usam barcos e gôndolas. Uma cidade que pode ser feita toda caminhando e pelos canais. Algumas pessoas dizem que os canais cheiram mal, mas não sentimos nenhum cheiro estranho enquanto estivemos por lá.

Foto: Ana Carolina Becker / Tudo & TodasEssa é uma boa imagem para demonstrar Veneza sem tanto fluxo marítimo
Essa é uma boa imagem para demonstrar Veneza sem tanto fluxo marítimo

-Nossa primeira pizza italiana foi em Veneza acompanhada de uma bebida chamada spritz, super famosa de norte a sul na Itália. Não existe comparação desse prato típico com os feitos no Brasil. (Desculpa, Brasilllll, mas Itália é Itália, mãe desse prato lindo e delicioso).


-Fui a Roma, não vi o Papa, mas conheci o Coliseu, Fórum Romano, Monte Palatino, a Fontana di Trevi, Pantheon e o Vaticano. Não compramos o ticket para o passeio no Coliseu de forma antecipada e conseguimos por ? 12, um valor que é super bem investido.

 

-Comi o melhor gelato do mundo na Itália.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais