Blog Tudo e Todas

Registros gráficos de uma feminista colorida: conheça 'Ova', projeto da designer venâncio-airense Joana Heck

RespeitAme por: Luana Andrade em: 11/06/2017 | 20:00

Arquivo PessoalJoana Heck, criadora do projeto
Joana Heck, criadora do projeto 'Ova'

Joana Heck, venâncio-airense que, atualmente, mora na cidade de Porto Alegre, é daquelas pessoas que consegue combinar sensibilidade e criatividade em peças gráficas que afagam o olhar.

Em maio de 2017, a designer lançou 'Ova', um projeto no Instagram com ilustrações que permeiam a temática feminista.

Para falar sobre o projeto, nossa colega aqui do T&T, a jornalista Ana Flávia Hantt, bate um papo com Joana. Confira:

T&T - Como surgiu a ideia do projeto, e qual é o seu objetivo com ele?

Joana Heck - Tenho um caderninho de rabiscos que levo pra todo lado, nele registro cenas do dia a dia ou coisas que vem à mente. No meio disso tudo, o universo feminino e a luta feminista estão sempre muito presentes. É um tema que me inspira e também me fortalece enquanto mulher. Em algum momento, achei que seria bacana reunir todos esses desenhos em um lugar público, afim de reforçar e retribuir o assunto a partir do meu ponto de vista. Desde então, busquei criar uma uniformidade visual para os desenhos e batizei a ideia de 'Ova', por lembrar ovários, por ser o feminino de ovo e pra afirmar que, mulher é sexo frágil uma ova!

T&T - O "Ova" tem temática feminista. Qual é a sua visão sobre esse tema?

Joana - O feminismo não é algo recente, é uma luta que persiste há anos. Muitos espaços e direitos já foram conquistados pelas mulheres, mas tem muita coisa pra ser discutida e mudada ainda. O machismo ainda fere, oprime e mata. Sou mulher e não quero que mulheres e nem homens sofram. Quero a igualdade de gênero, por isto sou feminista. Há inúmeras formas de ser, atuar e perpetuar o feminismo, a Ova é uma delas.

T&T - O projeto não traz, diretamente, a sua assinatura. Há uma intenção com isso?

Joana - Sou mãe da Ova, a intenção era deixar a filhota ser mais independente pra poder discursar da forma que quisesse. Confesso que tenho aprendido bastante com ela!

T&T - Como tem sido a repercussão do projeto?

Joana - O projeto é super recente e a repercussão tem sido linda. Várias pessoas, mulheres principalmente, mandam mensagens apoiando a ideia e pedindo pra continuar, outras compartilham e sugerem os desenhos aplicados em outras plataformas. É aquela atmosfera de força, união e reciprocidade, que o movimento feminista tem. É o abraço que a Ova precisava ter pra seguir.

T&T - O que os seguidores da 'Ova" podem esperar para as próximas postagens?

Joana - Tem um leque grande de assuntos por vir. São muitos mitos, tabus e imposições que envolvem a mulher e suas escolhas. O espírito da Ova é tratar com naturalidade e um pouco de humor o que deveria, mas nem sempre está sendo tratado assim, como por exemplo aceitar o seu corpo como ele é. E também criticar o que precisa ser criticado, que são as desigualdades de gênero, o patriarcado, o relacionamento abusivo, etc.

Bacana, não é? Confira a seguir algumas das ilustrações do projeto:

 

Tua costela, uma ova

Uma publicação compartilhada por Ova (@ova.uma) em

 

? ------ #ppk #ova #greloduro

Uma publicação compartilhada por Ova (@ova.uma) em

 

Minha barriga aqui, mandando um beijo pra vocês. Boa semana. Muah! . . #ova #muahhhhhh

Uma publicação compartilhada por Ova (@ova.uma) em

 

Domingo de boas curtindo uma Zélia Duncan. ? ----- #ova #zeliaduncan

Uma publicação compartilhada por Ova (@ova.uma) em

 

Amor não guarda ninguém num potinho. Isso se chama relacionamento abusivo.

Uma publicação compartilhada por Ova (@ova.uma) em

 

Ai que canseira dessa info. ?

Uma publicação compartilhada por Ova (@ova.uma) em

Gostou das ilustrações da Joana?
Então siga @ova.uma no Instagram e acompanhe as mensagens coloridas da designer.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais