Saiba quais os benefícios da kinesio taping: a bandagem elástica utilizada no tratamento das lesões

Saúde por: Taiane Kussler em: 25/04/2018 | 16:00

Bastante utilizada por profissionais ou atletas amadores, a kinesio taping tem auxiliado no tratamento de lesões. Além de contribuir com a recuperação, a bandagem elástica também tem o poder de prevenir a área lesionada. Segundo o fisioterapeuta, Elpidio Jair Iser Junior, a Kinesio Taping é uma técnica de reabilitação utilizada com o objetivo de acelerar o processo e através de sua ação, a fita colorida proporciona maior estabilidade articular e facilita a ação muscular da área em que é utilizada.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasAs bandagens coloridas proporcionam maior estabilidade articular
As bandagens coloridas proporcionam maior estabilidade articular

Por ser um elemento colado à pele, ela estimula os mecanoreceptores, proporcionando um ganho proprioceptivo importante, processo que auxilia na função muscular. A bangagem elástica, acarreta também um melhor alinhamento articular, e observa-se um efeito psicológico importante.

Quais são os enefícios para o corpo?

Foto: Divulgação / Tudo & TodasElpidio Júnior também é especilaista Especialização em Ortopedia e Traumatologia, Instrutor de Pilates e Treinamento Funcional
Fisioterapeuta Elpidio Júnior salienta que é necessário fazer um alongamento e mobilização na área, antes da aplicação da bandagem

Segundo o especialista, a aplicação da kinesio taping vai depender da finalidade específica. A fita pode contribuir com o tratamento de diferentes casos, ao proporcionar a correção da função muscular, através de um recrutamento mais apropriado, melhora da circulação sanguínea e linfática, reduz da dor, age no reposicionamento articular e no aumento da propriocepção através da excitação dos mecanoreceptores. Conforme o fisioterapeuta, a propriocepção destina-se a capacidade de reconhecer a localização espacial de seu corpo, assim realizando a ação muscular de forma mais apropriada.

Quando a bandagem deve ser utilizada?

De acordo com uma avaliação criteriosa de sua ação, pode ser utilizada tanto na área ortopédica, traumatológica e neurológica. Não há nenhuma contra indicação quanto ao público alvo, podendo ser aplicada em  crianças, idosos, atletas, pessoas com alterações ortopédicas, etc. Dentre as patologias indicadas estão as bursites, tendinites, lombalgias, contraturas, estiramentos, etc.

Como deve ser feita a aplicação?

Segundo o fisioterapeuta, a aplicação é feita com a pele limpa, realiza-se um alongamento e mobilização prévia da área aplicada, e a tensão dada a fita é específica para a utilidade que se destina. Muitas vezes as pessoas buscam informações na internet de como aplicar, e não têm o efeito esperado, acreditando que a fita não traz resultado. Mas a aplicação só não é eficaz, porque não foi realizada uma avaliação cinesiológica funcional correta, e nem os procedimentos prévios, logo o profissional mais indicado para a técnica é o fisioterapeuta.

Qual é a duração do tratamento?

O tempo do tratamento depende do objetivo que se busca alcançar. Quando se busca apenas melhorar a função articular e muscular, é aplicada a fita apenas para a prática específica e retirada logo após. Quando se pensa em reabilitação, a bandagem pode ficar aderida a pele por até cinco dias e reaplicada de acordo com a necessidade.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais