Blog Tudo e Todas

Sal negro, do himalaia, refinado... Qual é a diferença entre um sal e outro?

Saúde por: Régis Fabris em: 06/05/2018 | 18:00

Presente em vários pratos do nosso dia dia, mas, se consumido com exagero, pode causar vários problemas á saúde, como hipertensão, retenção de líquido, derrame, e até infarto. Médicos recomendam o uso de menos de 5 gramas por dia - isso equivale á 1 colher de café. Além da quantidade do cloreto de sódio, podemos tomar cuidado tambem na hora de escolher o tipo de sal que vamos usar.

O melhor sal é sempre aquele com menor quantidade de sódio. Se a pessoa não tiver nenhuma enfermidade relacionada a hipertensão pode usar o sal de cozinha, cujo custo é mais acessível. Mas lembre-se, sem exageros. Já as pessoas com hipertensão ou com dietas com controle de sódio devem fugir do sal comum.

Vamos entender as diferenças entre todos eles?

Sal líquido

Com menor teor de sódio que o refinado, também é indicado para quem busca uma alimentação mais saudável. Tem sabor suave e é obtido pela dissolução de sal de altíssima pureza e sem aditivos em água mineral. A cada 1 grama, há 110 mg de sódio.

Sal light

É o mais indicado, principalmente para os hipertensos. Motivo: tem menos sódio que o refinado! Em 1 grama de sal light há 197 miligramas de sódio.Sua composição é de 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio. Sabe por que isso é bom? Porque o nosso organismo depende justamente de sódio (retentor de líquidos) e potássio (diurético) para manter um equilíbrio hídrico regulado por sódio e potássio. A contraindicação fica apenas para quem tem doença renal.

Sal Rosa do Himalaia

A fama dos benefícios dele é boa. Há uma promessa de que ele é rico em minerais, contém menos sódio, além de ajudar a melhorar o sono, entre outras "cositas más". Mas será que é tudo isso mesmo? Se formos comparar a quantidade de sódio, a diferença não é tão grande. Segundo um estudo da Faculdade de Medicina e Ciências da Saúde da Universidade Putra Malásia, em 5 gramas do Himalalia há apenas 53,1 miligramas de sódio a menos do que o refinado. Quanto a ser rico em minérios, essa pode ser uma verdade. Mas ele não serve como fonte de nutrientes, pois para se obter esses benefícios é preciso ingerir uma quantidade muito superior aos 5 gramas diárias recomendadas. Detalhe: a cada 1 grama, há 230 miligramas de sódio.

Sal Negro

Com grãos grossos e cinza-rosado, esse sal vindo da Índia não é refinado. Conta com cloreto de sódio, cloreto de potássio, ferro e compostos de enxofre, o que deixa o sabor bem forte. Em 1 grama de sal negro, 380 miligramas são de sódio.

Sal Marinho

O sal marinho não tem aditivos químicos e conta com menor teor de sódio que o sal refinado. Esse tipo é mais puro, afinal ele é obtido pela evaporação da água do mar e não passa por nenhum refinamento, o que significa que mantém minerais como iodo. Em relação ao sabor, é mais suave também. Em 1 grama de sal, há 420 miligramas de sódio.

Sal Refinado

Vale ressaltar que o famoso sal de mesa passa por um processo industrial de refinamento em que se perde 84 minerais, entre eles enxofre, bromo, magnésio e cálcio. Trata-se de uma mistura de 60% de cloreto e 40% de sódio, substâncias que, juntas, formam o sal. Em 1 grama dele, há 450 mg de sódio.

Sal Grosso

É o sal antes de passar pelo refinamento, ou seja, ele ainda conta com os 84 minerais. Vale dizer que a cada 1 grama desse sal, há 450 miligramas de sódio, que é a mesma quantidade do refinado.

Flor de Sal

Esse sal gourmet é crocante e translúcido. Retirado da camada mais superficial das salinas, contém magnésio, iodo e potássio. Mas nem tudo que reluz é ouro. A flor de sal tem mais sódio que o refinado! A cada 1 grama, há 450 miligramas de sódio!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais