Blog Tudo e Todas

Solista da Orquestra Municipal faz da música uma inspiração

Comportamento por: Taiane Kussler em: 15/06/2018 | 10:00

Nesta semana, os aplausos da plateia tem um 'calor' especial, dedicados aos virtuosos profissionais solistas que 'encantam' ao revelar talentos e habilidades nas apresentações solo. O dia 14 de junho é dedicado anualmente a estes atores, responsáveis por trazer o 'brilho ao espetáculo'. Engana-se quem pensa que o solista está relacionado apenas com a música, eles executam sozinhos os movimentos em diferentes modalidades, que também fazem referência à dança e ao esporte, como a ginástica rítmica e o nado sincronizado.

>> Arte voltada para a música

Inspirado pela família, Jessel Adriano de Souza, 20 anos, percebeu desde a infância que tinha aptidão pela música, em especial, por instrumentos de corda. Incentivado pelo pai e o avô, ele foi impulsionado a seguir este sonho e, assim que teve o primeiro contato com instrumentos musicais, as oportunidades surgiram e o fizeram acreditar neste potencial.

Foto: Divulgação / Tudo & TodasJessel recebeu o apoio da família para seguir este sonho
Jessel recebeu o apoio da família para seguir este sonho

Como nasci em uma família de músicos, não demorou muito para que eu percebesse o amor pela música. Meu pai e meu avô contribuíram para a minha formação e me ensinaram 80% do que eu sou hoje, isso é bem físico e literal . As minhas principais influências estão dentro da minha família, tenho algumas referências e inspirações em artistas musicais, mas a base é minha família, devo tudo o que sei a eles", afirma.

 

Jessel se considera audidata, mas mesmo assim, confessa que para crescer na área é preciso estar sempre atualizado, na busca constante por conhecimento. A convivência com amigos músicos, também facilita a troca de experiências, contudo, ele acredita que o solista deve estar atento aos modismos musicais, pesquisar e evoluir na área. Para ele, a internet é uma aliada, devido a facilidade na busca e imensidão de materiais para conhecimento.

Jessel sempre foi musicista em bandas marciais, mas as portas começaram a se abrir na área, assim que ele ingressou como baixista na Orquestra Municipal de Venâncio Aires, em 2009. Com a prática contínua, o solista foi aprimorando aos poucos as suas habilidades, ao dominar os instrumentos de corda. 

A orquestra mantém sua essência através da fraternidade entre os membros. Considero todos como uma grande família, cada um tem um lugar especial no meu coração. Não me vejo longe do grupo, e além de crescer muito musicalmente, ganhei parceiros pra vida inteira"

Foto: Divulgação / Tudo & TodasDo sertanejo ao rock, Jessel realiza shows em bares, ao cantar e tocar instrumentos de corda
Do sertanejo ao rock, Jessel realiza shows em bares, ao cantar e tocar instrumentos de corda

Atualmente, a música virou um passatempo e de forma esporádica, o consultor de vendas concilia o trabalho com algumas apresentações ao cantar em bares, festivais e fazer shows como freelancer. Em média, ele realiza de 15 a 20 apresentações ao ano, com maior incidência, no segundo semestre. A música está sempre presente no seu dia a dia, além do trabalho e shows, ele oferece aulas particulares de violão.  Segundo ele, o repertório é bem diversificado, voltado para a Música Popular Brasileira.

A principal arma de um músico, deve ser a versatilidade! Trabalhar com a música, exige um vasto repertório, passando por diversos estilos e gêneros.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais