Teoria do desapego: saiba quais as coisas que devem ser eliminadas do seu guarda-roupa

Comportamento por: Taiane Kussler em: 17/06/2017 | 10:00

Algumas pessoas tem muito apego pelos bens materiais e até mesmo, pelas roupas e sapatos. Chega dar um desânimo quando o guarda roupa está lotado e desorganizado mas, você tem insegurança se realmente o que vai ser eliminado não vai fazer falta depois.

Uma das dicas é que, ao adquirir um par de sapatos ou uma peça de roupa nova, descarte um modelo que já esteja ultrapassado e que está ali só para ocupar espaço. A chegada do inverno, também é um dos motivos que esta iniciativa vem à tona, aliás, com as baixas temperaturas muitas pessoas estão precisando de roupas, bem mais do que você imagina. Que tal fazer uma ação do bem e separar algumas peças para doação.

Para ajudá-lo nesta escolha, 'tão dramática' para alguns, selecionamos algumas dicas, que com certeza irão fazer a diferença, tanto na questão de organização quanto na sensação de prazer, em ajudar o próximo.

 >> As roupas que não servem mais

Aposto que você já vestiu aquela calça jeans preferida quando estava acima do peso e não serviu mais. Depois disso, guardou aquela roupa achando que fosse usar novamente e prometeu para si mesma que na segunda-feira ia começar a dieta. Isso acontece com várias mulheres, mas é hora de tirar esta ideia da cabeça. Desapegue!

>> Peças que não combinam com o seu estilo pessoal

Algumas pessoas agem por impulso ao verem aquela roupa exposta no manequim de uma vitrine e acabam comprando. Ao chegar em casa, percebem que a compra foi desnecessária e que agiu por compulsividade. Outro detalhe é que, as peças nem sempre estão de acordo com o seu estilo pessoal. Não basta estar na moda, é preciso ter personalidade ao vestir. Talvez você já tenha utilizado este modelo em outras épocas mas, atualmente não combina mais com o seu estilo. 

>> Os presentes que você ganhou e nunca usou

Quando você é presenteado por alguém bem especial, geralmente não quer trocar o presente, seja para lembrar da pessoa que realizou este gestou ou até mesmo, para não magoá-lo com esta atitude. Porém, quando a peça não combina com o seu estilo e você já tentou usá-la algumas vezes e não deu certo. Reralmente não vale a pena deixar ocupando espaço no guarda roupa.

>> Sapatos desconfortáveis

Apesar de ter uma forte admiração por aquele par de sapatos incrível que faz você se sentir com uma autoestima elevada, se ele é desconfortável, desista! Na hora de calçar você sempre vai dar preferência aos outros e deixar este de fora. Se não há nenhuma outro técnica, como por exemplo, uma palmilha em gel, para adaptá-lo ao seu pé. Entenda que é melhor se desfazer deste calçado, que só traz incomodação.

>> Roupas que não combinam com nada

Não adianta ter um guarda-roupa lotado, se você não tem bom gosto e estilo para fazer as combinações adequadas na hora de se vestir. Algumas mulheres aderem ao minimalismo e preferem ter peças básicas no guarda-roupa, mesmo assim, tudo combina! Elas sabem comprar e selecionar as peças certas, baseado no que já tem, neste caso, 'o menos é mais'. Agora se você  é mais consumista e adora acompanhar as tendências de moda, fique atento. Não invista em roupas que não combinam com as que você costuma usar. Pode ter certeza, que ela sempre ficará de fora, na hora da escolha do look.

>> Itens quebrados

Se o sapato está com um salto quebrado, o vestido com o fecho estragado e a blusa com um defeito à mostra, não adianta guardá-la para quando precisar. Esta peça vai acabar abandonada no seu guarda-roupa. Caso seja uma roupa que realmente você goste, mande para conserto o mais breve possível. 

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais