Blog Tudo e Todas

Vida na Suíça: as tradições de ano novo

Viagem por: Tita Becker em: 13/01/2018 | 11:00

Este ano passamos o reveillon longe dos familiares, aqui na Suíça. A saudade foi grande, mas foi legal para conhecermos um pouco das tradições de Ano Novo daqui, que logo percebemos que são diferentes e poucas.

Foto: Arquivo Pessoal / Tudo & TodasGâteau des Rois
Gâteau des Rois

Após o Natal, até o dia 6 de janeiro, é vendido em supermercados e pâtisseries o 'Gâteau des Rois', ou bolo de Reis. Encontrei dois tipos: um folheado com recheio de creme de amêndoas e o outro uma espécie de pão doce. O bolo vem acompanhado de uma coroa de papel dourada e dentro está escondido um santinho de plástico. A tradição consiste em dividir o bolo no dia de Reis entre as pessoas da casa e visitas. Quem encontrar o 'santinho' recebe a coroa e vira rei por um dia. Fizemos aqui em casa, e foi bem divertido para as crianças.

Foto: Arquivo Pessoal / Tudo & TodasO rei do dia!
O rei do dia!

Outra tradição é a queima de fogos a meia noite (pode variar o horário, conforme o lugar). O espetáculo acontece em poucas cidades, como Zurique, que é referência em festa de Ano Novo por aqui. Os fogos são no lago, e são montadas várias barraquinhas que vendem comidas e bebidas. A queima de fogos acontece 20 minutos após a meia noite. Geralmente as pessoas levam seu próprio espumante ou champagne para brindar. Como a festa ocorre na rua e é muito frio nessa época, podendo até nevar, a festa não se estende por muitas horas. Na maioria das cidades quase não há queima de fogos, e durante o dia não se escuta nenhum.

No que diz respeito ao jantar, a carne de porco é a escolha, pois o animal é considerado como símbolo de fartura. Inclusive são vendidas velas em formato de porco e outros enfeites para decorar a casa para o ano novo. Possuir um porco, significava em tempos passados, estar bem abastecido. Não se costuma comer aves, pois estas podem voar com nossa sorte pela janela. Como bons brasileiros, fizemos a nossa tradicional lentilha.

Também há a tradição de presentear as pessoas com um vasinho de trevos de quatro folhas, enfeitado com um bonequinho preto que é o 'Limpador de Chaminé'. O trevo de quatro folhas é considerado sinal de sorte pela sua raridade. Outros tentam justificar o símbolo com a associação à cruz de Cristo. Ou ainda a cruz celta, usada para a proteção dos druidas. Pode também representar os quatro pontos cardeais ou a ligação entre os quatro elementos essenciais.

E o Limpador de Chaminé é uma tradição alemã (não podemos esquecer que a Suíça é constituída por quatro principais regiões

Foto: Arquivo Pessoal / Tudo & TodasVaso com trevo de quatro folhas e o Limpador de Chaminé
Vaso com trevo de quatro folhas e o Limpador de Chaminé

linguísticas e culturais: alemão, francês, italiano e romanche). Na Alemanha é sinal de sorte encontrar na rua um limpador de chaminés, com suas roupas pretas e seu chapéu típico. A profissão é associada com a chaminé, o elo de ligação entre dois mundos: o céu e a terra. É seu trabalho limpar as impurezas, abrindo caminho ao ar puro. Ganhei o meu vasinho de uma amiga.

E assim começamos o nosso Ano Novo, com lentilha, sem roupa branca (aqui a cor da roupa usada na noite da virada não tem significado nenhum), brindando a chegada de mais um ano, agradecendo e desejando que ele seja tão bom quanto foi 2017.

FELIZ 2018!!!

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais