Blog Tudo e Todas

Vida na Suíça: entre lagos, alpes e castelos

Viagem por: Tita Becker em: 24/11/2017 | 10:00

A Suíça realmente surpreende com suas paisagens. Por onde você for, será presenteado com uma bela visão da natureza e da arquitetura, podendo apreciar belos lagos, alpes e castelos. Estamos morando há seis meses aqui, e aproveitando para conhecer o máximo de lugares possíveis. Já viajamos para outros países da Europa, como Itália, Alemanha e França, mas quando voltamos, sempre comentamos a mesma coisa: 'A Suíça é mais bonita!'.

Foto: Arquivo Pessoal / Tudo & TodasComplexo de águas termais Leukerbad, em meio aos alpes. Estivemos lá no verão, mas funciona o ano todo.
Complexo de águas termais Leukerbad, em meio aos alpes. Estivemos lá no verão, mas funciona o ano todo.

Existem cerca de 1.500 lagos na Suíça, sendo que a maioria são antigas geleiras e ocupam 4% da superfície total do país. O maior lago, exclusivamente Suíço, é o da cidade em que moramos, o lago de Neuchâtel, com uma superfície de 218km². Como não existe costa marítima na Suíça, os lagos funcionam como praia no verão. Mesmo a água sendo gelada, as pessoas tomam banho, nadam e fazem diversos esportes aquáticos, aproveitando ao máximo a curta temporada de calor.

Os alpes ocupam cerca de 60% da superfície total da Suíça, o que gera uma densidade demográfica alta, com 186 habitantes por km². Entre os alpes suíços estão 48 montanhas que tem pelo menos 4.000 metros de altitude. Grande parte do turismo é dedicado aos alpes, sendo que os mais altos conservam a neve durante todo o ano, inclusive no verão, e há incríveis complexos turísticos construídos no topo dessas montanhas. As linhas de trens garantem acesso a todos os lugares (uma pena serem tão caras).

E o que falar do encanto dos castelos! Em qualquer lugar que você vá, vai encontrar um. Há um total de 207 castelos na Suíça, alguns já em ruínas. Devido ao relevo montanhoso, a maioria dos castelos foram construídos em lugares elevados, onde se possuía uma visão privilegiada do que acontecia ao redor, gerando uma proteção natural contra o ataque de inimigos. Outros eram construídos na beira de lagos, possuindo assim um fosso de água que também dificultava seu acesso. Mais tarde, elementos arquitetônicos de castelos passaram a ser usados pela nobreza para adornar seus palácios. Alguns desses castelos viraram museus, outros centros administrativos, como o Castelo de Neuchâtel, onde uma parte é destinada a prefeitura.

Foto: Arquivo Pessoal / Tudo & TodasChateau
Chateau de Chillon

A experiência de viver na Suíça tem sido uma constante sensação de estar dentro de um cenário de filme, onde cada nova viagem é como uma nova cena a ser descoberta.

Siga o Tudo & Todas nas redes sociais